Breaking Bad: 5 vezes em que Saul Goodman foi uma pessoa correta [LISTA]

O advogado protagonizou diversas controvérsias, mas também praticou o bem

Redação Publicado em 08/08/2020, às 13h00

None
Saul Goodman (Foto: Reprodução)

Um dos personagens mais inteligentes e controversos do universo Breaking Bad é Jimmy McGill, ou Saul Goodman. No entanto, apesar de, muitas vezes, utilizar os conhecimentos para o mal, o personagem também tem pontos positivos. As informações são do Screenrant.

+++LEIA MAIS: Ator de Breaking Bad está na mira da Marvel para papel de vilão do MCU; entenda o rumor

Mesmo com atitudes abomináveis ao longo da série, Saul Goodman(Bob Odenkirk), por incrível que pareça, também pratica o bem - apesar de, não necessariamente, se aplicar ao uso da lei.

Para provar o lado honesto de Goodman, o Screenrant separou 5 vezes em que o personagem foi uma pessoa correta no universo Breaking Bad:

+++ LEIA MAIS: O momento arrepiante de Breaking Bad no qual Walter White se tornou o temível Heisenberg [ANÁLISE]

Contratou estudantes de cinema

Apesar de não ser uma atitude heroica, a contratação de estudantes de cinema em Better Call Saul é uma boa ação. Os alunos são tratados com respeito pelo advogado, além de conseguirem se desenvolver na área apesar da inexperiência.

Goodman dá oportunidade aos jovens, e não os envolve nos esquemas ilegais horríveis dos quais ele participa. 

+++LEIA MAIS: Bryan Cranston, de Breaking Bad, contraiu coronavírus - e já se curou da doença


Desfez os danos que causou à Irene

Nas primeiras temporadas de Better Call Saul, Jimmy decidiu realizar um trabalho jurídico prático e honesto, defendendo diversos clientes idosos que foram enganados pela Sandpiper Crossing, uma cadeia de lares de idosos. Para obter o dinheiro imediatamente, ele manipulou e pressionou Irene em uma atitude muito egoísta, prejudicando o relacionamento dela com os outros.

Quando percebeu o que fez, o advogado admitiu a atitude egoísta e as mentiras para os clientes - um sacrifício que desfez os danos causados à Irene.

+++LEIA MAIS: Breaking Bad: 5 lições de química que aprendemos com Walter White [LISTA]


Ajudou Huell

Após Huell bater em um policial não uniformizado por acreditar que ele era um morador de rua assediando Jimmy, o personagem se viu em apuros. Apesar de não ter a obrigação de ajudar, o advogado escreveu centenas de cartas e viajou pelo país para enviá-las aos promotores - tudo para fingir indignação pela prisão de um cidadão amado.


Relação com Kim

Jimmy é surpreendentemente romântico quando se trata de Kim. O personagem tenta ao máximo proteger e defender a advogada, mesmo que os meios para isso sejam, na maioria das vezes, ilegais.

+++LEIA MAIS: Cena deletada do final de Breaking Bad mostra humanidade que restava em Walter White - e vai esquentar seu coração

Os dois personagens se motivam e se ajudam - um relacionamento incrivelmente saudável e que serve de contraste para o casamento tóxico de Walt e Skyler.


Defende e cuida de Chuck

Apesar dos vilões imprevisíveis do universo de Breaking Bad, Charles "Chuck" McGill pode ser considerado um dos antagonistas mais mesquinhos. O desdém pelo irmão mais novo, que ele trata de forma inferior, é um ressentimento do qual Jimmy não escapa durante a vida.

No entanto, Jimmy não deixa de cuidar de Chuck quando o irmão mais velho tem um colapso mental. Apesar de tudo, ele defendeu o parente e tentou se aproximar dele - mesmo com a necessidade excêntrica de Chuck em deixar Jimmy para baixo.

+++LEIA MAIS: Breaking Bad: Bryan Cranston e Aaron Paul se prepararam para participar de spin-off: ‘Estamos prontos’


+++RAP, FUNK E PAGODE NA ENTREVISTA COM OROCHI: 'SOU ESSA MISTURA LOUCA' 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS