Brian Johnson, do AC/DC, retorna aos palcos e canta “Back in Black” com o Muse

Afastado por problema auditivo, esta é a primeira vez em mais de um ano que o vocalista apresenta uma música da banda ao vivo

Rolling Stone EUA Publicado em 28/08/2017, às 12h39 - Atualizado às 13h25

Brian Johnson e Muse

Ver Galeria
(2 imagens)

Após quase 18 meses sem apresentar nenhuma música do AC/DC ao vivo, Brian Johnson retornou aos palcos no último domingo, 27. O vocalista se juntou ao Muse para cantar “Back in Black” durante o show da banda no Reading and Leeds Festival, na Inglaterra.

Em março de 2016, o cantor foi forçado a deixar a turnê Rock or Bust por recomendação médica. O líder da banda australiana corria risco de “perda total da audição.”

AC/DC prepara livro de fotos que documenta a tumultuada turnê Rock or Bust

Esta foi a segunda vez em que Johnson se apresentou ao vivo nos últimos três meses. Em maio, o cantor se juntou a Robert Plant e a Paul Rodgers, do Bad Company, em um show na cidade britânica de Oxford para uma versão de “Money (That’s What I Want)”, de Barrett Strong.

“Isso significa muito para mim, muito obrigado meninos”, disse, após a participação no show do Muse. Ainda não está claro se Johnson irá retornar ao AC/DC.

O grupo tem passado por seguidos problemas com a formação desde o lançamento do mais recente disco deles, Rock or Bust (2014). O guitarrista fundador Malcolm Young não gravou nada no álbum e também não participou da turnê subsequente, depois de ser diagnosticado com demência. O sobrinho dele, Stevie Young, substituiu-o.

Então o baterista Phil Rudd, que tocou no disco, foi preso sob acusações de posse de drogas e ameaça de assassinato, sendo substituído por Chris Slade, que tocou com a banda no começo dos anos 1990, para a turnê. Em setembro, o baixista Cliff Williams anunciou a saída dele da banda.

Assista, abaixo, a performance de “Back in Black” feita por Johnson e pelo Muse.