Brian May diz que pensou em suicídio após morte de Freddie Mercury

“Eu não queria viver, me perdi completamente", disse o guitarrista em entrevista a jornal britânico

Redação Publicado em 13/09/2011, às 12h04 - Atualizado às 14h00

Brian May revela que quase cometeu suicídio após a morte de Freddie Mercury
Foto: AP

Brian May revelou ter cogitado suicídio após a morte de seu amigo e companheiro de Queen, Freddie Mercury, em 1991. As informações foram divulgadas em entrevista ao Daily Mail.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

May contou que o impacto da morte do amigo foi somada à morte do pai do guitarrista, ocorrida no mesmo período. “A banda tinha acabado, então havia uma sensação terrível de perda... A banda era minha família”, disse. “Eu não queria viver, me perdi completamente.” Ele contou ainda que precisou se isolar para que pudesse se recuperar – internando-se em uma clínica no Arizona para combater a depressão. “Gradualmente, os pensamentos suicidas foram embora”, revelou.

O guitarrista ainda contou que Mercury – que teria completado 65 anos no último dia 5 de setembro – decidiu desistir de lutar contra a Aids. “Freddie amava a vida”, lembrou. “Vivia ao máximo, mas já no final percebeu que não era mais divertido e decidiu parar com as medicações. Ele estava sofrendo e infelizmente não havia outra saída.”