Britney Spears fala sobre surto de 2008 em suposta carta

O registro, divulgado pelo jornal britânico Daily Mail, revela o desabafo da cantora

Redação Publicado em 31/05/2019, às 11h31

None
Britney Spears (Foto: Chris Pizzello / Invision /AP)

Na última quinta, 30, o jornal britânico Daily Mail publicou uma carta, entregue por um integrante da equipe de Britney Spears entre os anos de 2009 e 2010, escrita em terceira pessoa que revela um desabafo da cantora por trás do surto em 2008.

"Eu acho que ela estava frustrada com o que estava acontecendo e o que estava sendo divulgado", conta a fonte. "Ela não teve a chance de falar o que ela pensava e ser ouvida."

Foi destacado na mesma carta que a cantora sempre pensou em expor a real situação pela qual passava, mas era ameaçada pela equipe. Em uma parte do texto, ela diz que as pessoas que cuidavam de sua carreira lucraram US$ 3 milhões em cima de sua fama. Dentre essas pessoas, o ex-marido de Spears, Kevin Federline, pai dos dois filhos da cantora, é citado por aproveitar da vulnerabilidade do momento. “Ninguém fala sobre essas coisas porque ninguém sabe a verdade”, conta. 

Em um episódio que Britney estava em Nova York com os filhos, foi noticiado que a cantora teria barrado a visita do pai, sendo que na verdade foi ele quem não quis ver as crianças. Veja as imagens abaixo. (Foto: Reprodução / Daily Mail)

Em janeiro, a cantora havia anunciado uma pausa na sua carreira musical para cuidar de alguns problemas pessoais e do seu pai que enfrentava uma grave doença. Após isso, a cantora foi internada em um hospital psiquiátrico para cuidar da sua ansiedade e estresse, mas divulgou um vídeo em que tranquilizava os seus fãs sobre sua saúde mental , depois de descobrir que seu ex-empresário Sam Lufti, estava divulgando falsas informações sobre o seu real estado de saúde, resultando em um pedido de ordem de restrição. 

 

+++ De Zeca Pagodinho a Kendrick Lamar, Djonga escolhe os melhores de todos os tempos