Broken Social Scene promove a catarse coletiva no Planeta Terra

Chegando a ter nove integrantes no palco ao mesmo tempo, coletivo canadense convocou o público do Sonora Main Stage para dançar

Bruno Raphael Publicado em 05/11/2011, às 22h17 - Atualizado em 06/11/2011, às 14h45

Broken Social Scene levou o público à catarse coletiva no palco Sonora Main Stage neste sábado, 5

Ver Galeria
(3 imagens)

O grupo canadense Broken Social Scene foi a segunda atração internacional a pisar no palco do Sonora Main Stage na edição 2011 do Planeta Terra Festival. Com um acompanhamento musical que em dados momentos do show contava com três guitarras, três percussionistas, dois instrumentistas de sopro e um baixista, o coletivo levantou o público para dançar com seu indie rock melódico e repleto de energia na noite deste sábado, 5.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Com set list baseado no último disco da banda, Forgiveness Rock Record (2010), não foi difícil para o público responder bem a canções como "World Sick" e "Texico Bitches", as primeiras do show e que, com seu ritmo country, puseram a já lotada plateia para dançar.

Eclético, o grupo também mesclou baladas como "All to All" que, com vocais femininos da cantora Lisa Lobsinger e luzes esverdeadas que iluminavam o palco, davam um ar sereno para uma apresentação que mistura o noise rock do Sonic Youth com o ar de big band do grupo sueco I'm From Barcelona, uma espécie de afilhada do Broken Social.

"Obrigado, São Paulo", agradeciam os integrantes do grupo, após quase toda canção. A gratidão foi recompensada com o público se animando graças ao vocalista Brendan Cannning que, suado, refletia melhor do que qualquer integrante o espírito da banda.

O final do show teve direito até a citação de "Killing in the Name", do Rage Against the Machine, com Canning pedindo ao público que cantasse com ele o verso "Fuck You, I won't do what you tell me" ("Vá se foder, não vou fazer o que você manda"). Com trombones e trompetes, guitarras e percussões dos mais variados tipos, o Broken Social Scene se despediu em grande estilo do seu primeiro show no festival.