Brooklyn Nine-Nine: Os momentos mais bizarros de Hitchcock e Scully na série

A dupla protagoniza alguns momentos surpreendentemente estranhos na trama

Redação Publicado em 06/09/2020, às 15h00

None
Hitchcock e Scully (Foto: Reprodução)

Brooklyn Nine-Nine conta a história de um grupo fictício de detetives da 99ª delegacia de polícia de Nova York comandados pelo capitão Holt. Apesar de profissionais esquisitos e complexos, todos acabam fazendo um excelente trabalho investigativo - pelo menos a maioria. As informações são do Screenrant.

+++LEIA MAIS: Tudo o que sabemos sobre a 8ª temporada de Brooklyn Nine-Nine: Elenco, trama e mais

Na trama, alguns dos detetives são Hitchcock e Scully, que já alcançaram o auge da carreira e, atualmente, se dão por satisfeitos com um bom trabalho de mesa enquanto ficam sentados o dia inteiro. Os personagens são úteis apenas algumas vezes - e quando isso acontece, é de forma acidental e insana.

A dupla protagoniza diversos momentos bizarros que envolvem comida, preguiça, brigas e, também, eles quase morreram várias vezes. Apesar de se esquivarem do trabalho de campo, Hitchcock e Scully se metem em situações absurdas e engraçadas, mesmo que de uma forma estranha.

+++LEIA MAIS: Astro de Brooklyn Nine-Nine, Andy Samberg tem uma banda de hip hop com humor e já cantou sobre jogadores de beisebol, masculinidade tóxica e barcos

O Screenrant separou as situações mais bizarras de Hitchcock e Scully em Brooklyn Nine-Nine:

Sentados o dia todo

reprod
A dupla adora ficar sentada - e a utilidade deles nas mesas parece ser, realmente, maior do que nas ruas. Em um episódio, a detetive Rosa Diaz entra em uma aposta na qual os três deveriam ficar sentados o maior tempo possível - e o desafio dura muitas e muitas horas. 


Peixe de Hitchcock

reprod
Quando Jake Peralta (Andy Samberg) percebeu que Scully tinha um pote de limonada e Hitchcock comprou um peixe em um pote idêntico, ele resolveu apostar com os outros detetives. Ou Hitchcock colocaria comida de peixe na limonada, ou Scully iria beber o peixe. Apesar das opções ousadas, algo ainda mais inesperado acontece: Hitchcock bebe o próprio peixe - e a expressão dele não indica se foi ou não acidental. 


Mama Maglione

reprod
Quando um hacker tenta acessar o sistema da delegacia, o episódio se concentra nos detetives tentando achar soluções. No entanto, Hitchcock e Scully vivem uma crise muito diferente - e é relacionada ao almoço. Naquele dia, a refeição deles é uma lasanha congelada Mama Maglione - e o tempo de esquentá-la precisava combinar com o pão de alho. 

Enquanto os detetives correm contra o tempo devido ao hacker, a dupla se apressa para conseguir comprar o pão de alho a tempo de a lasanha ficar pronta no microondas da delegacia. Apesar do esforço, o acompanhamento acaba não servindo, e ambos comem a lasanha sem o pão - e acabam gostando. Além disso, os outros detetives conseguem salvar a delegacia.


A Distração 

reprod
Um dos momentos mais bizarros de utilidade de Hitchcock e Scully foi quando Jake precisou que o Capitão Holt se distraísse por alguns segundos - e a dupla foi escalada para realizar a distração.

Ambos começaram a lutar, mas não em um nível normal. A cena envolve tapas, socos e os personagens no chão, em uma posição que Boyle descreveu como “soco pê**s 69”. Apesar do exagero, foi um plano bem-sucedido.


Tatuagem de Hitchcock

reprod
Surpreendentemente, Hitchcock tem o recorde de detenções da 99ª delegacia de Nova York - número que ele conseguiu, certamente, devido à época na qual ele e Scully estavam no auge do trabalho, correndo atrás de bandidos e fazendo prisões pela cidade.

Para comemorar o número e zombar do sargento Terry Jeffords, Hitchcock faz uma tatuagem com o retrato do rosto dele. O objetivo era retratá-lo soprando a fumaça do cano de uma arma, mas no desenho, parece que ele coloca a arma dentro da boca, como se estivesse prestes a cometer suicídio - e nenhum dos integrantes da dupla conseguiu perceber. 


+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO