Bruce Willis pode entrar na justiça contra a Apple

Ator descobriu que as músicas que compra na loja virtual não são dele, mas apenas emprestadas pela empresa

Redação Publicado em 03/09/2012, às 14h14 - Atualizado às 15h41

Bruce Willis é um dos nomes confirmados para G.I. Joe 2: Retaliation
AP

O ator Bruce Willis acendeu um debate na internet ao se preparar para enfrentar a Apple na justiça. O ator ficou descontente ao descobrir que as músicas que compra pela loja virtual não são de sua propriedade, mas apenas “emprestadas” pela empresa.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Segundo informou o jornal The Sun, o ator pediu para que seus agentes administrassem a conta que contém clássicos de artistas como Beatles e Led Zepellin, mas uma cláusula com a qual o comprador “concorda” assim que baixa um produto afirma que a empresa pode congelar uma conta se desconfiar que o usuário está compartilhando sua aquisição com outras pessoas.

Willis teria a intenção de deixar sua coleção como herança às suas três filhas – Rumer, Scout e Tallulah. A transferência, no entanto, seria ilegal, segundo o contrato firmado com a Apple.

Ao jornal The Daily Mail, o especialista Chris Walton afirmou que “muita gente vai se surpreender quando descobrir que as músicas e livros que compraram durante anos não pertencem realmente a eles”. O ator deverá enfrentar a empresa no tribunal para defender mais direitos aos consumidores.