Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Inteligência Artificial

Canção que usa vozes de Drake e The Weeknd a partir de IA não poderá concorrer ao Grammy

CEO da Recording Academy, Harvey Mason Jr, confirmou a notícia em seu Instagram

Redação Publicado em 08/09/2023, às 14h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Harvey Mason Jr. (Foto: Rich Fury/Getty Images The Recording Academy)
Harvey Mason Jr. (Foto: Rich Fury/Getty Images The Recording Academy)

O presidente da Recording Academy — organização responsável pelo GrammyHarvey Mason Jr. falou sobre a controversa música “Heart On My Sleeve”, que teve as vozes de Drake e The Weeknd adicionadas à faixa com o uso de inteligência artificial. O CEO afirmou em um vídeo postado em seu perfil do Instagram que a canção não é elegível para a premiação.

Um dos motivos que impede a música de ser submetida ao crivo da academia é o fato dela não estar comercialmente disponível, como manda a regulação do Grammy. “O amplo lançamento de uma gravação, disponível em todo o país em lojas físicas, terceiros. Varejistas online de terceiros e/ou serviços de streaming.” Como explicou à Variety. A faixa foi retirada das plataformas após a Universal Music Group, responsável pelos lançamentos dos dois artistas, tomar medidas legais.

+++LEIA MAIS: Relembre alguns dos vencedores da categoria “Álbum do Ano” no Grammy’s Awards

“Sinto muito, mas preciso esclarecer algumas dessas informações ruins e realmente imprecisas que estão começando a circular,” declara Mason no vídeo. “'Heart on My Sleeve'… não é elegível para consideração no Grammy. Deixe-me ser ainda mais claro: embora tenha sido escrita por um criador humano, os vocais não foram obtidos legalmente, os vocais não foram liberados pela gravadora ou pelos artistas, e a música não está disponível comercialmente, e por causa disso. Não é elegível.”

Veja abaixo o vídeo de Mason:

+++LEIA MAIS: Cardi B 'quase foi processada' por cantar 'WAP' no Grammy; entenda