Cansado de clichê? 5 produções de romance com finais inesperados [LISTA]

Se você cansou dos clichês do Dia dos Namorados, aqui estão opções de romances que não terminam como imaginamos

Redação Publicado em 13/06/2021, às 13h00

None
Normal People (foto: reprodução/ BBC) | Alguém Especial (Foto: Reprodução)

Cansou de ver romance e clichês nas redes sociais? Neste sábado, 12, o Brasil comemorou o Dia dos Namorados e muitas pessoas aproveitaram a data para mergulhar no mundo romântico - seja com o companheiro, maratonando filme, ouvindo música, publicando frases, etc.

Pensando nisso, a Rolling Stone Brasil decidiu propor o oposto e listar cinco produções do gênero de romance com finais inesperados e, em geral, muito honestos. As opções são perfeitas para aqueles que cansaram dos clichês espalhados por todos os lugares no Dia dos Namorados.

+++ LEIA MAIS: 9 filmes de romance sem finais felizes para lembrar que o amor é incerto: De La La Land, Her e mais [LISTA]

Vale lembrar, porém, que os clichês não são negativos ou ruins, são recursos interessantes para se contar uma história. No entanto, para ir contra o esperado, selecionamos cinco produções que retratam o amor de forma mais real e profunda - mais caótico, confuso e complexo. 

Confira cinco produções românticas - entre filmes e séries - com finais inesperados. Aviso: os títulos podem arrancar algumas lágrimas:

+++LEIA MAIS: Amou Simplesmente Acontece? Conheça Lovesick, série da Netflix sobre paixão entre melhores amigos perfeita para maratonar

Como Ser Solteira

Come Ser Solteira (2016) apresenta quatro mulheres em diferentes momentos das solteirices. São elas: Alice (Dakota Johnson), Robin (Rebel Wilson), Lucy (Alison Brie) e Meg (Leslie Mann). Alice estava em um relacionamento há anos, mas fica decepcionada ao perceber que nunca aproveitou a vida de solteira e pede um tempo para o namorado.

Meg é médica e faz o parto de várias mulheres, mas acredita veementemente que não quer filhos. Isso muda e a chegada do jovem Ken (Jake Lacy) pode complicar ainda mais. Robin prefere ser solteira e não se prende a ninguém. Por fim, Lucy é a solteira desesperada para encontrar o par ideal - e fica tão obcecada na ideia, que não consegue perceber quando o vizinho dela, Tom (Anders Holm), está completamente apaixonado por ela. 

+++LEIA MAIS: Netflix, Amazon Prime Video ou Globoplay? Conheça os serviços de streaming no Brasil e escolha o melhor para você

Em um misto de aula de como ser solteira, lidar com um coração partido, aprender sobre amor-próprio combinado com romance e comédia - apesar de finais inesperados, Como Ser Solteira é um ótimo filme para deixar o coração quentinho. 


Alguém Especial

Produção original Netflix lançada em 2019, Alguém Especial quebra padrões, pauta o empoderamento feminino, valoriza amizades e fala sobre términos e superação de maneira doce, profunda e bem-desenvolvida.

+++LEIA MAIS: Da Amazon à Netflix: 6 séries de comédia romântica para quem adora histórias de amor

Nele, Gina Rodriguez (Jane The Virgin) vive Jenny Young, uma jornalista musical que namorou Nate Davis, personagem de LaKeith Stanfield, por nove anos. Ao receber uma proposta para trabalhar na Rolling Stone em São Francisco, decide aceitar, mas o relacionamento acabará devido à mudança. As melhores amigas Blair Helms e Erin Kennedy (Brittany Snow e DeWanda Wise, respectivamente) também vivem questões com os próprios relacionamentos.

Blair precisa aceitar e entender que não está mais feliz; Erin não consegue assumir o namoro com a menina com quem se relaciona, Leah, por traumas da relação passada. Ao longo do filme, reflexões sobre os diversos amores, amor-próprio, sinceridade e 'vida real' são apresentadas.

+++LEIA MAIS: 4 motivos para maratonar Normal People, minissérie indicada ao Globo de Ouro 2021 [LISTA]


Normal People

Normal Peopleé uma minissérie impecável, e conta com apenas 12 episódios de em média 20 a 30 minutos. Você não vai ficar muito feliz ou encontrar muitos clichês no romance de Marianne e Connell. Pelo contrário, é uma narrativa 'real demais' - influenciada pelas inseguranças, medos, questões pessoais, dificuldades da vida adulta, etc.

Marianne e Connell se conhecem no Ensino Médio e são de dois contextos sociais completamente diferentes. O relacionamento do casal é constantemente testado por esse fato - mesmo já na vida adulta. Normal People segue a evolução, amadurecimento, medos, inseguranças, crescimentos profissionais e mais ao longo dos doze episódios.

+++ LEIA MAIS: Normal People não é o seu romance ideal de TV — e é por isso que você deveria assistir


Um Dia

Um Dia é o tipo de filme que vai provocar todas as sensações no espectador - ódio, compaixão, raiva, empatia, amor, etc. Ao narrar a história da conexão profunda de Emma e Dexter, a produção explora a paixão em meio às dificuldades da realidade, porque nem sempre o amor é suficiente.

Como a distância atrapalha? Vale a tentativa? Estrelado por Anne Hathaway e Jim Sturgess, Um Dia (2011) reflete sobre todas as questões da 'vida real' na hora de assumir uma relação - e o final está longe de ser esperado. 

+++ LEIA MAIS: Ama romance? Conheça Virgin River, série viciante escondida no catálogo da Netflix


500 Dias com Ela

Protagonizado por Joseph Gordon-Levitt e Zooey Deschanel, 500 Dias Com Ela acompanha um jovem que se sente perdido com o término do relacionamento. Ao encontrar Summer, Tom cria expectativas e passa a depender emocionalmente da companheira - e é sobre isso que o filme reflete: nem sempre a realidade condiz com as nossas expectativas.

Com diversas reflexões sobre como funcionam os amores da vida real e com diálogos intensos sobre relacionamentos, 500 Dias Com Eladiscorre sobre a paixão de Tom por Summer e, certamente, não conta com um final esperado. 

+++ LEIA MAIS: Além de Ginny e Georgia: 4 séries da Netflix que retratam relações entre pais e filhos [LISTA]


+++ URIAS: 'AS PESSOAS ESTÃO COMEÇANDO A ENTENDER MAIS DE MIM' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL