Cantor de country norte-americano morre após briga de bar

Wayne Mills tinha 44 anos e foi morto a tiros pelo dono do local, que alegou legítima defesa

Redação Publicado em 25/11/2013, às 13h34 - Atualizado às 20h28

Wayne Mills
Divulgação

Morreu neste sábado, 23, o músico country Wayne Mills, de 44 anos. O cantor, conhecido pelo apelido de “fora da lei do country”, foi morto a tiros pelo dono do bar onde estava em Nashville, nos Estados Unidos. As informações são da CNN.

O responsável pelos tiros foi Chris Ferrell, dono do bar Pit and Barrel. Ele afirma que agiu em legítima defesa, de acordo com o testemunho dado à polícia.

Os investigadores disseram que o músico e o dono do bar estavam no local com “alguns amigos e clientes”. Duas mulheres – também amigas – “começaram a brigar e os outros saíram”.

Vocalista e líder da banda Wayne Mills Band, Mills foi levado ao hospital Vanderbilt University Medical Center, em Nashville, mas não sobreviveu porque uma das balas atingiu a cabeça do músico. “Eu espero que a justiça seja feita”, disse o empresário do músico J.R. Smith.