Cantora country Patti Page morre aos 85 anos

A norte-americana se tornou um sucesso de vendas nos anos 50 com a música “Tennessee Waltz”

Rolling Stone EUA Publicado em 03/01/2013, às 10h35 - Atualizado às 12h27

Patti Page
AP

A cantora pop country Patti Page morreu na última terça, 1, em Encinitas, Califórnia. Ela tinha 85 anos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Nascida Clara Ann Fowler, Page foi a mais bem sucedida artista feminina dos anos 50 e recebeu 19 discos de ouro e 14 de platina por seus singles. A cantora entrou nas paradas 111 vezes e seu repertório eclético fez dela uma um ícone pop. Ela chegou ao seu primeiro milhão em vendas com a faixa "With My Eyes Wide Open, I'm Dreaming", de 1950, e cantou hits como "(How Much Is That) Doggie in the Window" e "Old Cape Cod".

Sua canção mais emblemática, "Tennessee Waltz", se tornou posteriormente uma música oficial de Tennessee e sua popularidade a alavancou ao status de dona de seus próprios programas de televisão na CBS, NBC e ABC, também nos anos 50, e para papéis em filmes, na década seguinte.

Patti ganhou uma estrela na Calçada de Fama de Hollywood e na Calçada da Fama do Country. Ela também recebeu o Grammy em 1999 por seu primeiro disco ao vivo, Live at Carnegie Hall: The 50th Anniversary Concert, e continuou fazendo shows até a sua morte. O White Stripes fez uma cover de "Conquest", faixa dela de 1948, no disco Icky Thump, de 2007.

Antes da morte de Patti, ela foi anunciada como uma das ganhadoras do prêmio Lifetime Achievement, uma escolha que leva em conta o conjunto da obra de um artista, na cerimônia do Grammy de 2013.

A cantora deixa dois filhos, Daniel O'Curran e Kathleen Ginn, e a irmã Peggy Layton.