Pulse

Capitã Marvel ou Mulher-Maravilha: qual é a heroína mais poderosa dos quadrinhos?

Elas não são a mesma heroína em fantasias diferentes

Redação Publicado em 27/06/2019, às 19h24

None
Capitã Marvel e Mulher Maravilha (Foto 1: Marvel Studios/Divulgação | Foto 2: Warner Bros/Divulgação)

Capitã Marvel e Mulher Maravilha são super-heroínas com poderes brilhantes. Tanto os filmes quanto os quadrinhos mostram que as duas têm habilidades bem diferentes do comum. Mas, qual das duas tem um maior poder?

Para ir direto ao ponto: a Capitã Marvelvenceria uma batalha. Ela tem a capacidade para absorver a energia de outros lugares, inclusive a energia de ataques. Desse modo, consegue pegar essa carga e tornar ela a sua fonte para as explosões. Estes que são como rajadas de luz (fóton) potentes que podem derrubar uma parede, uma nave espacial ou um inimigo em uma única explosão.

Entretanto, isso não faz da Mulher Maravilha menos do que a Capitã. Isso porque, as amazonas, como a Mulher Maravilha, obtiveram a imortalidade. Sendo assim, ela conseguiria sobreviver às rajadas de fótons, já que pode se recuperar indefinidamente. Se pensar na longevidade, a imortalidade dela a posiciona melhor em um gráfico de poder.

Ainda, ambas compartilham o mesmo poder de muita força e super velocidade. Mas, o poder dos fótons liberados por Capitã Marvel são praticamente insuperáveis, mesmo para a Mulher Maravilha.

A primeira aparição da Mulher Maravilha nos quadrinhos da DC foi em 1941. Ela teve seus poderes dados pelos Deuses. É uma princesa Amazona, conhecida como princesa Diana pelo seu povo. Foi treinada desde pequena para ser uma guerreira e leva consigo sua tiara que contém poder para ser usado quando necessário contra seus inimigos.

Ela carrega o laço da verdade, que faz com que quem for enlaçado por ele fale a verdade. Além dele, tem também a sua “pulseira de submissão” que pode funcionar como um escudo.

Carol Danvers, a Capitã Marvel, é uma piloto da Força Aérea dos Estados Unidos e teve sua aparição nas histórias da Marvelem 1968. Seu poder é conhecido a partir de um terrível acidente que aconteceu com ela e nessa explosão, teve seu DNA fundido com a de Mar-Vell.

+++ De Emicida a Beyoncé: Drik Barbosa escolhe os melhores de todos os tempos