Carla Bruni-Sarkozy aceita convite de Woody Allen, diz jornal

Pouco experiente no cinema, primeira-dama francesa rodaria filme do cineasta em 2010

Da redação Publicado em 04/09/2009, às 13h07

Carla Bruni-Sarkozy não pôde dizer não a Woody Allen. Em junho, o cineasta norte-americano expressou publicamente a vontade de ter a primeira-dama francesa em um de seus filmes, após visitá-la e ao marido, o presidente Nicolas Sarkozy. A cantora e ex-modelo italiana, segundo o jornal espanhol El Mundo, topou a proposta, e os dois começam a filmar em 2010.

A edição de agosto da Rolling Stone Brasil trouxe, na seção Arquivo RS, entrevista com o diretor. Leia um trecho.

O jornal Le Parisien, todavia, dá outra versão: a equipe de Bruni-Sarkozy teria rejeitado a oferta. De acordo com o jornal britânico The Telegraph, o Palácio do Eliseu, residência oficial do mandatário francês e sua mulher, recusou-se a comentar.

"Tenho certeza que ela seria maravilhosa", disse Allen, há dois meses, a uma estação de rádio francesa. "Ela tem carisma, já atuou, então não é desconhecida do público. Há diversas maneiras nas quais eu poderia usá-la, apesar de eu ainda não ter uma história para ela no momento."

Allen, de fato, tem produção agendada para Paris no ano que vem. Rodar em Nova York ficou muito caro, segundo o cineasta pródigo, que já trocou a cidade-fetiche por Espanha (Vicky Cristina Barcelona) e Inglaterra (Match Point - Ponto Final e O Sonho de Cassandra). A debandada de NY pode levar Allen a rodar no Brasil nos próximos anos.

Até agora, as aparições de Bruni-Sarkozy no cinema são poucas - e sempre a colocaram para interpretar a si mesma. A mais famosa delas é Prêt-à-Pôrter, filme feito em 1994 pelo já falecido Robert Altman.

Desde que casou com Sarkozy, em fevereiro de 2008, a artista de 41 anos não abdicou da carreira artística. Em julho do mesmo ano, lançou seu terceiro álbum, Comme Si De Rien N'Était. Shows, no entanto, têm sido raros: ela se apresentou no aniversário de 91 anos do líder sul-africano Nelson Mandela, há dois meses, em Nova York, ao lado de Dave Stewart (ex-Eurythmics). E só.

Atualmente, Allen se ocupa com seu novo longa, ainda sem título. O projeto será rodado em Londres e terá no elenco Freida Pinto, Naomi Watts, Antonio Banderas, Josh Brolin, Anthony Hopkins e Lucy Punch.