Carlos Bolsonaro participou de reunião sobre vacinas da Pfizer, afirma empresa

Declaração feita na CPI da Covid contradiz depoimento de ex-secretário de comunicação de Bolsonaro realizado na quarta, 12

Redação Publicado em 13/05/2021, às 20h38

None
Carlos Bolsonaro (Foto: Reprodução/Instagram)

Em depoimento na CPI da Covid nesta quinta, 13, Carlos Murillo, gerente-geral da Pfizer na América Latina, confirmou a presença do vereador Carlos Bolsonaro em reunião sobre a compra de vacinas. As informações são do G1.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) investiga a atuação do governo durante a pandemia - e esta quinta foi o 6º dia de depoimentos. Carlos Murillo, executivo da Pfizer, afirmou a presença do vereador Carlos Bolsonaro em reunião sobre a compra de vacinas no dia 7 de dezembro de 2020 - afirmação que contradiz depoimento de ex-secretário de comunicação de Bolsonaro realizado na quarta, 12.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro chama Renan Calheiros de ‘vagabundo’ e diz que CPI da Covid comete ‘crime’

“Sobre as reuniões me foi solicitado procurar informações sobre a reunião que nossa diretora jurídica teve com o senhor Fabio Wajngarten no dia 7 de dezembro. Então, se me permitir, posso relatar o que ela oficialmente enviou para mim,” disse Murillo.

Continuou: “Após aproximadamente uma hora de reunião, Fabio [Wajngarten] recebeu uma ligação, sai da sala e retorna para reunião. Minutos depois entram na sala de reunião Filipe Garcia Martins e Carlos Bolsonaro. Fabio explicou a Filipe Garcia Martins e a Carlos Bolsonaro os esclarecimentos prestados pela Pfizer até então na reunião. Carlos ficou brevemente na reunião e saiu da sala. Filipe Garcia Martins ainda permaneceu na reunião.”

+++LEIA MAIS: Vereador Carlos Bolsonaro confunde LGPD com LGBT em sessão da Câmara

A afirmação de Murillo foi feita após Renan Calheiros (MDB-AL) pressionar o executivo sobre a presença de Carlos Bolsonaro e Filipe Martins na reunião. Inicialmente, Murillo deu uma resposta imprecisa e o relator da CPI da Covid ameaçou convocar outros representantes da Pfizer para obter a resposta.

Segundo o executivo, estavam presentes na reunião o ex-secretário de Comunicação Social Fabio Wajngarten; a diretora jurídica da empresa, Shirley Meschke; e a gerente de relações governamentais Eliza Samartini. O encontro foi realizado no Palácio do Planalto com o objetivo de discutir a aquisição dos imunizantes. 

+++LEIA MAIS: Bolsonaro recusou 11 ofertas para compra de vacinas; entenda


+++ MV BILL: 'A GENTE TEM A PIOR POLÍTICA DE GOVERNO PARA O PIOR MOMENTO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL