Carreira de Sidney Magal é tema do documentário Me Chama Que Eu Vou; saiba como assistir

O artista comemorou os 70 anos em junho

Redação Publicado em 23/09/2020, às 18h39

None
Sidney Magal (Foto: Reprodução/Youtube)

Sidney Magal comemorou os 70 anos em junho. Como presente, recebeu o documentário Me Chama Que Eu Vou. As informações são do F5.

A produção contará mais sobre a vida do artista desde a infância até a trajetória dele como músico ao longo de 55 anos de carreira. A direção do documentário é de Joana Mariani

+++ LEIA MAIS: 100 mais influentes do mundo da Time: Felipe Neto e Bolsonaro são os dois únicos brasileiros

Em entrevista ao F5, Sidney comentou: “É cômodo e prazeroso falar do documentário. A Joana me acompanha há muito tempo, a conheci no clipe do ‘Tenho’, e a amizade começou ali. Ela tinha uma grande curiosidade pela minha vida. Quando ela começou a ver o material que guardo de coisas minhas desde 1965, disse que era um arquivo monstruoso, que a maioria não conhece e gostaria de saber. Eu que não sabia se estava com essa bola toda para contar essas coisas para tanta gente”.

"Permiti que ela fizesse [o documentário], desde que tivesse a minha cara, porque sou muito transparente e meu público me conhece muito”, completou o cantor.

+++ LEIA MAIS: Arnaldo Saccomani: 3 discos fundamentais para a música brasileira, de Os Mutantes a Tim Maia

Me Chama Que Eu Vou será lançado na quarta, 23 de setembro, às 20h30, no Canal Brasil, dentro do 48º Festival de Gramado.

Ao saber sobre a entrada da produção no evento, Magal ficou surpreso. "Não tenho a pretensão de levar uma estatueta, mas temos que torcer. Penso em participar, ser aplaudido e agradar às pessoas.”

Além do documentário, Sidney ganhará um filme biográfico, produzido por Mariani. Meu Sangue Ferve Por Você terá o ator José Loreto como o músico. As produções ainda não começaram e o cantor revelou como “precisa esperar a pandemia passar para ver quem vai topar [entrar no elenco]. Eu quero que as pessoas se realizem através da minha realização”.


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE