Carta de John Lennon a Paul McCartney será leiloada

Datada de 1971, carta fala sobre os bastidores da separação dos Beatles e acerca do tratamento hostil dos integrantes a Yoko Ono

Da redação Publicado em 18/04/2011, às 17h39

Carta de John Lennon a Paul McCartney será leiloada

Ver Galeria
(2 imagens)

Uma carta de John Lennon para Paul e Linda McCartney (na época, mulher do astro), falando sobre os bastidores do episódio da separação dos Beatles, irá a leilão nos Estados Unidos em maio, segundo informou a BBC Brasil. A expectativa é de que o item seja arrematado por R$ 100 mil.

Datado de 1971, o material (cuja imagem você vê na galeria de fotos ao lado), é uma resposta de Lennon a uma carta dirigida a ele e assinada por Linda, trazendo como tema, além da separação do lendário grupo, o tratamento dado pelos integrantes da banda (e pelo casal McCartney) a Yoko Ono. ''Estava me perguntando que fã dos Beatles irritadiça e de meia idade a tinha escrito. Resisti em olhar a última página para descobrir. (...) Que diabos, foi Linda!'', escreveu Lennon.

''Eu espero que você perceba as merdas que vocês e os 'meus amigos gentis e altruístas' lançaram sobre mim e sobre Yoko desde que nós estamos juntos", disse. "Por vezes pode ter sido um pouco mais sutil ou será que eu deveria dizer mais 'classe média', mas não com frequência. Nós dois superamos isso algumas vezes e perdoamos vocês dois. Portanto, é o mínimo que vocês podem fazer por nós, pessoas tão nobres." O material foi adquirido de um membro da família de Lennon por um colecionador cuja identidade não foi revelada, segundo informou o jornal Telegraph.

A carta mostra ainda o comentário de Lennon sobre o papel dos Beatles na música e ironiza uma suposta presunção de McCartney em relação à visão dele sobre a dimensão da banda. ''Você realmente acha que a maior parte da arte atual surgiu por causa dos Beatles?", questiona. "Não acredito que você seja tão maluco, Paul. Você acredita nisso? Quando parar de acreditar, talvez você acorde! Nós não dizíamos sempre que éramos parte do movimento e não o movimento todo? Claro, nós mudamos o mundo. Mas tente seguir em frente. SALTE DO DISCO DE OURO E VOE!'' Ele assina a carta com os dizeres ''apesar de tudo, amor a vocês dois, de nós dois''.