Carta de John Lennon a Eric Clapton será vendida em leilão

Organizadores esperam faturar até US$ 30 mil com a relíquia de 1971

Rolling Stone EUA Publicado em 06/11/2012, às 14h27 - Atualizado em 09/11/2012, às 13h25

John Lennon no show One to One, concerto beneficente em favor de crianças com problemas mentais, no Madison Square Garden, em Nova York, em 30 de agosto de 1972
AP

O rascunho de uma carta que John Lennon escreveu para Eric Clapton 40 anos atrás para expressar sua admiração e desejo de trabalhar em parceria será leiloada em Los Angeles, no dia 18 de dezembro, segundo informou a agência Reuters.

Por que o sonho acabou: os bastidores da saga dos Beatles – e as forças que esfacelaram a maior banda de todos os tempos.

“Eric, eu sei que posso tirar algo grande, algo maior de você do que ficou evidente até agora em sua música”, Lennon escreveu na carta, datada de 29 de setembro de 1971. “Espero poder revelar a mesma grandeza de nós, o que eu sei que aconteceria se trabalhássemos juntos.”

A carta deve ter um valor especial para fãs de Beatles, disse o responsável pelo leilão Joe Maddalena, devido à proximidade de Clapton com o grupo. Não só o guitarrista tocou com a banda de Lennon e Yoko Ono, a Plastic Ono Band, como também participou da gravação de “While My Guitar Gently Weeps” e quase se juntou aos Beatles. “Existiu um momento no qual Harrison pensou em deixar a banda e ser substituído por Clapton, então essa carta é a conexão do que poderia ter acontecido”, lembrou Maddalena.

Os organizadores do leilão Profiles in History esperam que a carta alcance um valor próximo ao de US$ 30 mil – pouco menos do que rendeu no ano passado outro item de Lennon: seu dente, vendido por US$ 31,2 mil.