Casa onde Jimi Hendrix "descobriu a música" é demolida

Nem U$ 100 mil foram suficientes para salvar a construção onde o guitarrista morou dos 10 aos 13 anos

Da redação Publicado em 02/04/2009, às 18h04

A casa onde Jimi Hendrix teria tido seus primeiros contatos com a música foi demolida para dar lugar a condomínios, informou o jornal The Seattle Times.

Em péssimo estado de conservação, a construção, localizada em Seattle e lar de Hendrix dos 10 aos 13 anos, foi por oito anos a luta pessoal de Pete Sikov, investidor imobiliário e seu último proprietário - ele chegou a gastar mais de U$ 100 mil (em torno de R$ 223 mil) para mantê-la de pé. Em vão. Por ordem de autoridades locais, a construção de mais de 100 anos foi abaixo esta semana.

"É uma vergonha; pena que ninguém da cidade se levantou para salvar o lugar onde Jimi nasceu", lamentou Charles R. Cross, biógrafo do guitarrista. "Vamos ser claros: ele é o cara mais famoso que nasceu na cidade de Seattle. Esse lugar foi onde ele descobriu a música.

O irmão de Hendrix, Leon, lembrou das duras condições em que vivia a família Hendrix - a eletricidade, por exemplo, era volta e meia cortada por falta de pagamento. Pescou da memória, também, lembranças de como o guitarrista (morto em 1970, aos 27 anos) tocava no ukulele (espécie de violão em tamanho reduzido, com apenas quatro cordas) uma versão em jazz da trilha de Peter Gunn Theme, famoso seriado de detetive da época.

O investidor Sikov foi mais enfático: "Você consegue imaginar uma guitarra feita com a madeira da casa de Jimi? Quem não ia querer isso?". Ele garante que pedaços da mobília e da estrutura - apenas aqueles que estavam lá desde a época da família Hendrix - foram conservados. "O futuro os aguarda."