Caso Amber Heard e Johnny Depp: tudo o que se sabe sobre o processo até agora

A briga judicial entre o ex-casal inclui milhões de dólares, acusações peculiares e depoimentos de amigos

Redação Publicado em 20/07/2020, às 19h39

None
Amber Heard e Johnny Depp (Foto: Jonathan Brady / PA Wire Press Association via AP)

A disputa judicial de Amber Heard e Johnny Depp acontece há um bom tempo. Na mais recente acusação, a atriz disse à Suprema Corte de Londres que o ex-marido ameaçou matá-la. As informações são do UOL.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp assume que usa drogas e álcool ‘desde criança’, mas nega ter agredido Amber Heard

A declaração escrita da atriz dizia: "Alguns incidentes foram tão graves que eu tinha medo que ele fosse me matar, intencionalmente ou mesmo perdendo o controle e indo longe demais. Ele ameaçou explicitamente me matar muitas vezes, especialmente mais à frente em nosso relacionamento”.

No entanto, a grave acusação é apenas uma na disputa protagonizada entre ambos há anos. Tudo começou com uma reportagem de 2018.

+++ LEIA MAIS: Processo judicial de Johnny Depp contra Amber Heard é adiado após ator não entregar relatórios sobre drogas e álcool

Começo de tudo: Washington Post e Sun

O casal se separou formalmente 2017, e em 2018, a atriz Amber Heard enviou carta aberta ao Washington Post afirmando ser sobrevivente de abuso doméstico. Apesar de não citar Depp no texto, a atriz deixa implícito sofrer agressões domésticas.

Como resultado, em publicação do jornal Sun, o colunista Dan Wootton chamou o astro de “espancador de mulheres”, além de questionar a escolha dele para atuar na franquia Animais Fantásticos.

+++ LEIA MAIS: 7 atores ideais para substituir Johnny Depp como Grindelwald em Animais Fantásticos [LISTA]

Desde então, Depp está processando o jornal e o colunista Dan Wootton por notícias falsas que prejudicam a reputação dele na indústria cinematográfica. Além disso, ele está processando a ex-mulher em US$ 50 milhões (cerca de R$ 250 milhões) devido à publicação feita por ela no Washington Post, argumentando serem informações falsas.

Ele reivindica artigos de 27 e 28 de abril nos quais ele foi acusado de violência doméstica, deixando a ex-esposa "temendo" pela vida. Supostamente, ele bateu em Heard sob o efeito de drogas enquanto o casamento deles desmoronava.

+++ LEIA MAIS: Abuso de álcool e drogas de Johnny Depp deve prejudicá-lo em batalha judicial

O processo milionário de Johnny Depp contra Amber Heard foi aceito e uma série de acusações, vídeos e polêmicas começaram a contornar a briga.

Acusações e depoimentos: de xixi no tapete à áudio vazado

Desde então, acusações surgiram dos dois lados. Em depoimento, Depp falou sobre uma briga com Amber Heard na qual ele quase perdeu o dedo após a atriz arremessar uma garrafa de vodka quebrada na mão dele. 

+++LEIA MAIS: Johnny Depp cortou o próprio dedo, mas culpou Amber Heard, sugere mensagem

Amber Heardacusou Depp de ameaçar afogá-la e queimá-la - e mostrou as mensagens durante audiência de julgamento. Também foi divulgado que a atriz teria contratado um detetive para achar “podres” do ex-marido. 

Uma das fortes acusações de Heard contra o astro é o abuso de álcool e drogas por Depp, que teria a agredido enquanto alterado pelas substâncias. O ator foi acusado de ter “apagões” após as agressões contra a ex-mulher. 

+++ LEIA MAIS: Amber Heard expõe foto constrangedora de Johnny Depp; veja

Também vazou um áudio de Amber Heard confessando ter agredido o ex-marido. E Depp acusou a atriz de deixar um cocô na cama dele depois de agredi-lo por perder festa.

Além disso, Depp foi acusado de escrever nome de Amber Heard com urina no tapete de casa e de pedir para que a atriz fosse demitida de Aquaman.

Depoimentos e opinião de amigos 

A briga judicial entre o ex-casal também envolveu astros e amigos. Winona Ryder, atriz de Stranger Things e ex-noiva de Johnny Depp, se disse "chocada, confusa e chateada" com acusações contra o astro em depoimento. Segundo ela, o ator nunca foi violento: “é impossível acreditar que tais alegações horríveis sejam verdadeiras”.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp rebate acusações e diz que estava ‘drogado demais’ para agredir Amber Heard

Vanessa Paradis, atriz e ex-esposa de Depp, também prestou depoimento a favor do ator: “Fomos parceiros por 14 anos e criamos dois filhos juntos. Durante todos esses anos, conheci Johnny como uma pessoa e pai gentil, atencioso, generoso e não-violento. Ele nunca foi violento ou abusivo comigo”.

James Franco também foi convocado pelo advogado de Depp para depor sobre a visita feita ao apartamento do casal um dia após o suposto crime. No entanto, o astro exigiu uma cláusula de sigilo da Justiça norte-americana


+++ 15 HISTÓRIAS INACREDITÁVEIS (E REAIS) DE OZZY OSBOURNE