Catálogo de Michael Jackson teria sido roubado por hackers

Dois acusados de facilitar o download ilegal de 50 mil arquivos da Sony Music irão a julgamento em janeiro do ano que vem

Redação Publicado em 05/03/2012, às 16h13 - Atualizado às 16h55

Michael Jackson
AP

O catálogo de Michael Jackson pode ter sido roubado por hackers, segundo o jornal britânico The Guardian. Na última sexta, 2, dois homens compareceram à suprema corte da Inglaterra, sob a acusação de ter conexão com uma falha de segurança que pode ter resultado em 50 mil arquivos da Sony Music baixados ilegalmente, a maioria sendo do Rei do Pop.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

James Marks e James McCormick foram detidos em maio do ano passado. Na última sexta, ambos negaram qualquer tipo de envolvimento com a falha de segurança que resultou nos downloads. Eles foram libertados sob pagamento de fiança, e devem ir a julgamento em janeiro de 2013.

O espólio de Michael Jackson assinou em 2010 o maior contrato da história da indústria fonográfica, avaliado em US$ 250 milhões (cerca de R$ 434 mi). Com isso, a Sony tem direito até a canções inéditas que venham a surgir posteriormente.

Além de Michael Jackson, a Sony detém o catálogo de artistas como Foo Fighters, Leonard Cohen e Paul Simon, entre outros.