Cee Lo Green divulga comunicado sobre acusação de abuso sexual

Segundo porta-voz do cantor, "se houve alguma vítima, foi Cee Lo"

Rolling Stone EUA Publicado em 11/11/2012, às 09h21

Cee Lo Green no Sónar SP
Mauricio Santana / Getty Images LatAm

Cee Lo Green divulgou um comunicado sobre as alegações de que ele teria assediado sexualmente uma mulher, divulgadas pelo TMZ no início do mês. A acusadora foi à polícia dizendo que o cantor a drogou com uma pílula de ecstasy enquanto os dois jantavam em um restaurante japonês, em julho, e afirmou que ela não se lembrava de nada quando acordou nua em uma cama, dentro de um quarto em que Cee Lo estava.

Entrevista: Cee Lo Green fala de seu amor pelo Queen e o futuro do Gnarls Barkley.

“Sendo que isso está sob investigação no momento, nós obviamente não podemos falar tão livremente quanto gostaríamos. O que podemos dizer é que essas alegações são desprezíveis, falsas, e profundamente ofensivas para Cee Lo, os filhos e a família dele”, escreveu um representante do cantor. “Estamos confiantes que quando todos os fatos forem divulgados, ficará claro que se houve alguma vítima, foi Cee Lo. Enquanto isso, ele está profundamente agradecido pelo apoio que tem recebido dos fãs, amigos e colegas.”

Em um incidente passado, o TMZ reportou que, em julho de 2011, Cee Lo foi visto brigando com duas mulheres em Miami, mas a polícia relatou que não foi possível determinar quem começou a confusão. Ninguém foi preso.