Celebridades marcam presença no evento de lançamento do serviço de streaming de Jay Z

Alicia Keys prometeu durante discurso que o Tidal irá revolucionar a música

Redação Publicado em 31/03/2015, às 10h07 - Atualizado às 12h51

Kanye West, Jay-Z, Deadmau5
Reprodução/Vídeo

A elite da música pop dividiu um palco em Nova York, nesta segunda-feira, 30, para o lançamento do Tidal, ferramenta de streaming de música promovida por Jay Z.

Jay Z e Jack White lançam edição comemorativa de Magna Carta Holy Grail.

Estiveram juntos Alicia Keys, Win Butler e Régine Chassagne, do Arcade Fire, Beyoncé, Daft Punk, Jack White, Jason Aldean, J. Cole, Jay Z, Kanye West, Deadmau5, Madonna, Nicki Minaj, Rihanna e Usher. Calvin Harris, destaque do segundo dia do Lollapalooza, neste domingo, 29, marcou presença por vídeo, assim como Chris Martin, do Coldplay.

Jay Z comenta questões raciais nos EUA: “Preconceito é ensinado em casa”.

Única a discursar, Alicia Keys declarou: “Esperamos que hoje seja o momento que vai mudar para sempre o curso da história da música. Nosso objetivo é simples: queremos criar um serviço e uma experiência melhores para fãs e artistas, esse é a nossa promessa para o mundo”.

A cantora citou até mesmo o filósofo alemão ao dizer que “sem música a vida é um erro”. No final, todos os músicos assinaram uma declaração - não ficou claro sobre o que se trata o documento.

Assista um resumo de tudo o que aconteceu:

A maioria dos convidados especiais saiu de fininho pelo lado direito do palco e apenas Jason Aldean e Alicia Keys ficaram para conversar com a plateia e distribuir autógrafos. Jay Z e Beyoncé também se misturaram ao público em seguida. Nessa segunda, 30, os artistas já haviam manifestado apoio mudando a foto do perfil das respectivas contas no Twitter para uma imagem azul ciano, cor da nova marca.

O Tidal se vende como “o primeiro streaming de música que combina a melhor qualidade de som, vídeos musicais de alta definição e curadoria editorial com expertise”.

Com o streaming ultrapassando as vendas de CD e deixando para trás os downloads digitais, o produto comprado por um soma milionária por Jay Z entra em um mercado congestionado e que em breve ganhará a companhia de um serviço próprio da Apple, além do Beats Music.

Jennifer Lawrence “coroa” Beyoncé e Jay Z como os reis da música nos Estados Unidos.

O rapper aposta, como no projeto do aparelho Pono, de Neil Young, no gosto emergente do público por áudio de alta qualidade. O apoio de Madonna, Arcade Fire e companhia indica que ele também terá como vantagem conteúdo exclusivo de artistas de destaque. O álbum 1989, de Taylor Swift, já passou do Spotify para o Tidal.

O novo produto terá duas opções de planos, o premium, por US$ 9,99 mensais (cerca de R$ 32), com música e vídeos, e o HiFI, por US$ 19,99 mensais, com o adicional da curadoria editorial e música de qualidade superior. Os interessados podem testar o Tidal por um mês de forma gratuita. A princípio, o serviço não está disponível no Brasil.