Cem anos de Cartola comemorados com disco

Selo brasileiro lança coletânea de músicas do fundador da Mangueira interpretadas por outros artistas

Da redação Publicado em 11/10/2008, às 18h33

O selo MCD lança neste sábado, 11, o disco Cartola Para Todos, uma coletânea de treze composições do sambista interpretadas por artistas como Tobias da Vai-Vai, Graça Cunha e Teço Cardoso.

É neste sábado que Cartola completaria 100 anos se estivesse vivo. O carioca foi um dos sambistas a fundar a Primeira Estação de Mangueira, uma das mais tradicionais escolas carnavalescas do estado fluminense.

Entre as canções selecionadas para este álbum estão "O Mundo é um Moinho", "As Rosas Não Falam" e "Alegria". Além disso, o disco se encerra com um depoimento inédito do sambista, gravado em 1979.

Aberta, a caixa onde vem o disco se torna uma reprodução do morro carioca onde Cartola vivia, com uma maquete fiel de sua casa em três dimensões.

O sambista morreu em 1980, em sua casa, vítima de um câncer, mas não antes de ter sido responsável por mais de 500 composições. Muito deste material não foi gravado por si, que só lançou quatro álbuns em vida.