Chadwick Boseman rejeitou papel em filme sobre escravidão: ‘Não quero perpetuar estereótipos’

Ator sempre procurava personagens mais fortes e seguros

Redação Publicado em 03/09/2020, às 14h26

None
Chadwick Boseman (Foto: Getty Images/ Frazer Harrison)

Chadwick Boseman ficou conhecido no mundo pelo papel dePantera Negrano filme da Marvel. Era exatamente a ideia que ele tinha para carreira, desde cedo: em 2003, abandonou um trabalho na TV por um personagem negro completamente estereotipado.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Michael Greene, empresário de longa data de Chadwick, relembrou os ideais de carreira do ator, que morreu na última semana depois de uma extensa luta contra o câncer:

+++ LEIA MAIS: Clarke Peters se arrepende de ter achado Chadwick Boseman esnobe no set de Da 5 Bloods

“Ele parou de fazer o primeiro programa de TV, All My Children, que o Michael B. Jordan [adolescente] assumiu. Depois do primeiro roteiro de Chad, eles disseram literalmente: ‘Ah, aqui está sua próxima história, sua mãe fuma crack e seu pai te abandonou. Ele disse: ‘Não vou interpretar essas imagens’ e foi até a sala dos roteiristas, eles o despediram.”

Não somente isso, Boseman perdeu outros papeis qua achava inadequados para a imagem da pessoa negra, contou Greene: “Lembro que ele e Tessa [Thompson, Westworld] receberam convite para um filme, era sobre dois escravos, e ele disse: ‘Não quero perpetuar escravidão.’ Foi tipo: ‘Não vamos continuar perpetuando estereótipos,’ e por isso ele sempre queria fazer homens de grande força e caráter.

+++ LEIA MAIS: A Revolução de Pantera Negra: a criação do filme de super-heróis mais radical de todos os tempos

Para Chadwick, filmes eram sobre brilho. “Por isso,” explicou o agente, “ele nunca fez filmes dark ou que as pessoas só ficavam lá se atirando e perpetuando escuridão. Ele conquistou muito, e tudo isso enquanto enfrentava a escuridão, literalmente. Até os últimos dias de vida, ele lutou.”

+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO