Pulse

Chefe da Disney explica por que Scorsese está errado: "Ele nunca viu um filme da Marvel”

Em nova entrevista, Bob Iger também revelou os planos da companhia para Star Wars

Redação Publicado em 02/11/2019, às 16h00

None
Montagem com Martin Scorsese (Foto: Evan Agostini/ Invision/ AP) e Bob Iger (Jordan Strauss / Invision / AP)

Após publicar o livro de memórias The Ride of a Lifetime, Bob Iger, CEO da Disney, conversou com o editor da BBC, Amol Rajan, explicando por que Martin Scorsese estava errado sobre as produções da Marvel.

Recentemente, o lendário diretor Taxi Driver apontou que os filmes de super-heróis, especialmente da Marvel, se assemelham a parque temáticos, pois não parece "o cinema de seres humanos tentando transmitir experiências emocionais e psicológicas a outros seres humanos."

+++ Leia mais: Para Martin Scorsese, a Marvel "não faz cinema" de verdade; entenda

"Minha primeira reação foi: 'Ai! Essa doeu!", contou Iger

Martin Scorsese é um ótimo cineasta”, disse ele. “Eu o admiro imensamente. Ele fez ótimos filmes. Eu debateria com ele sobre o assunto. Mas, antes de tudo, a Marvel está fazendo filmes. Eles são filmes. É o que Martin Scorsese faz. E eles são bons filmes."

E continuou: "Eu acho que ele nunca viu um filme da Marvel. Qualquer um que tenha visto um filme da Marvel não poderia fazer uma afirmação assim."

Além disso, Iger revelou que a Marvel está se saindo incrivelmente bem: "O último filme que eles lançaram [Vingadores: Ultimato] teve a maior bilheteria global da história do cinema, e é muito, muito rico em novas histórias, novos personagens, novas aventuras... Então [a afirmação de Scorsese] não é verdadeira."

+++ Leia mais: Steven Spielberg discorda de Scorsese e Coppola e afirma que Marvel é, sim, cinema de verdade

É uma história diferente com Star Wars, no entanto. Depois de cinco anos muito intensos, que culminaram com A Ascensão Skywalker, lançado em dezembro, haverá uma lacuna até 2022.

"Eu disse publicamente que fizemos muitos filmes de Star Wars em pouco tempo", constatou Iger. "Eu não disse que eles foram decepcionantes, de forma alguma. Eu não disse que estou decepcionado com o desempenho deles. Mas acho que um filme de Star Wars deve ser muito especial, e, nesse caso, menos é mais".