“Chegamos a conversar e até mostramos algumas músicas”, diz Serj Tankian sobre novo disco do System of a Down

Segundo o vocalista da banda, contudo, “ainda não chegamos a uma conclusão sobre como as coisas devem ser feitas”

Redação Publicado em 21/12/2017, às 15h22 - Atualizado às 15h28

Serj Tankian, vocalista do System of a Down

Ver Galeria
(3 imagens)

Um novo disco do System of a Down já é uma quase uma espécie de lenda, de tão aguardado e comentado que é, desde que a banda retornou às atividades após um hiato entre 2006 e 2010. Desta vez, o vocalista do grupo, Serj Tankian, falou um pouco mais sobre o potencial LP, agora em entrevista recente publicada na Rolling Stone EUA.

“Sim. Nós conversamos sobre ele e até mostramos algumas músicas uns para os outros”, Tankian revelou, respondendo se o System of a Down havia de fato começado a trabalhar em um disco. “Mas nós ainda não conseguimos chegar a uma conclusão sobre as coisas devem ser feitas, para daí podermos conseguir seguir em frente com isso. E é o estado das coisas.”

Lembre como foi o show do System of a Down no Rock in Rio de 2015

Recentemente, o baixista da banda, Shavo Odadjian, em um bate-papo realizado estno Instagram chegou até a dizer que o tão aguardado álbum de retorno do grupo “não vai acontecer”. “Eu sei, também estou esperando por um novo disco. Não vai acontecer. Eu não sei. Não sei quando vai acontecer. Não vai ser agora”, ele afirmou na ocasião, em julho deste ano.

Também na entrevista à RS EUA, Tankian comentou que a relação entre os integrantes é boa durante as turnês – e que não é por isso que o LP ainda não saiu. “Isso é engraçado. Quando as pessoas não veem um disco, elas presumem o pior sobre a sua relação interna. Mas, na verdade, somos até melhores amigos – eu, pelo menos, sou melhor amigo de todo mundo agora do que antes. John [Dolmayan, baterista] é meu cunhado, está na minha família”, disse.

“Nos divertimos muito nas turnês, mas às vezes fazer um álbum – e a criatividade necessário e como as coisas devem ser feitas – é uma coisa diferente nas cabeças de quatro pessoas e nem sempre dá para juntar isso tudo”, acrescentou o vocalista. “Felizmente ou infelizmente, como queira classificar, esta é a verdade. Mas sair em turnê é fácil, porque você já fez todas as músicas. Você se diverte, sai viajando, e é isso.”

Um álbum de inéditas de System of a Down seria o sucessor do duplo Mezmerize/Hypnotize, que saiu em 2005.