Cher revela que homem tentou matá-la antes de show

Na época, cantora atuava em Come Back to the Five and Dime, peça da Broadway

Redação Publicado em 23/05/2021, às 17h00

None
Cher (Foto: Getty Images / Stuart C. Wilson / Correspondente)

Em meados dos anos 1980, Cher quase foi assassinada por um homem na rua. A cantora revelou essa história durante divulgação de show em Las Vegas no início de 2020. A informação é do Express.

Inicialmente, Cher explicou como prefere ficar em casa atualmente. "Não gosto de sair agora porque todo mundo tem uma câmera e não é seguro," disse ao The Guardian. "As pessoas vão para cima, e você não sabe se vão te matar ou tirar uma foto. De qualquer forma, não gosto." Sobre o assunto, a cantora relembrou de um momento quase fatal quando estrelou Come Back to the Five and Dime, Jimmy Dean, Jimmy Dean, peça da Broadway de 1982.

+++LEIA MAIS: Cher surpreende fã com Alzheimer com chamada em vídeo; assista

"Um homem tentou me matar. Eu sempre era deixada na porta do palco quando fazia a peça na Broadway," relatou. "Imaginei como ele fosse apertar minha mão, mas me agarrou pelo braço e o colocou nas minhas costas. Começou a me empurrar pelo beco e disse: 'Se você fizer um barulho, te mato.'"

Felizmente, Cher foi salva do agressor: "Dois fãs, os quais, se tornaram amigos mais tarde, viram algo de errado, começaram a gritar e correram em minha direção, e o homem fugiu.

+++LEIA MAIS: Cher ganhará cinebiografia com produtores de Mamma Mia! e roteirista de Nasce Uma Estrela


+++ MV BILL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL