Chi Cheng, baixista do Deftones, morre aos 42 anos

Músico sofreu acidente de carro em 2008 e desde então estava em coma

Rolling Stone EUA Publicado em 14/04/2013, às 15h43 - Atualizado às 15h58

Chi Cheng
Reprodução / Facebook

Chi Cheng, baixista do Deftones, morreu neste sábado, 13, aos 42 anos. Cheng se envolveu em um acidente de carro em 2008 que o deixou em coma. Embora tenha neste período mostrado sinais de recuperação, nunca esteve completamente recuperado.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Cheng foi levado para a emergência, onde morreu por volta das 3 horas da madrugada no sábado. “O coração dele parou de uma hora para a outra”, disse Jeanne Marie Cheng, mãe do músico, no site One Love for Chi. “Ele deixou esse mundo comigo cantando músicas que ele gostava em seu ouvido. Ele lutou uma boa luta. Vocês o ajudaram mandando amor diariamente. Ele sabia que era muito amado e que nunca esteve só.”

Nascido Chi Ling Dai Cheng no dia 15 de agosto de 1970, Cheng entrou no Deftones logo após a banda ser formada em 1988. Um dos principais nomes do movimento nu metal na segunda metade da década de 90, o baixo de Cheng pode ser ouvido em clássicos iniciais do Deftones como Adrenaline, de 1995, e Around the Fur, de 1997.

No dia 4 de novembro de 2008, em Santa Clara, na Califórnia, Cheng era o passageiro de um carro que se envolveu em um acidente que projetou o baixista para fora do veículo (ele não estava usando cinto de segurança no momento), e o deixou em coma lutando pela vida.

O já mencionado site One Love for Chi foi criado para disponibilizar notícias e criar um canal para doações para ajudar nos custos médicos, sendo que os colegas do Deftones fizeram dois shows com convidados especiais em 2009 para recolher recursos. O grupo continuou com o baixista do Quicksand, Sergio Vega, assumindo o posto.

No começo de 2010 algum progresso foi visto, e Cheng esteve apto a mexer as mãos levemente e até mesmo responder comandos com as pernas. Em 2012 foi liberado para voltar para casa e continuar a recuperação.

A mãe de Cheng pediu ainda no site: “Por favor acrescentem Mae e Ming, os irmãos, e especialmente Gabriel, o filho de Chi, em suas orações. É muito difícil deixá-lo ir”. O cantor do Deftones, Chino Moreno, postou uma breve mensagem no Facebook: “Descanse em paz Chi Cheng”.