Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Chico César crítica conservadores em clipe de 'BOLSOMINIONS'

Com a letra que diz "Bolsominions são demônios" Chico César critica o atual presidente Jair Bolsonaro

Redação Publicado em 03/10/2022, às 18h53 - Atualizado em 04/10/2022, às 18h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagens do clipe de "BOLSOMINIONS" de Chico César (Foto: reproduçao)
Imagens do clipe de "BOLSOMINIONS" de Chico César (Foto: reproduçao)

Chico César lançou nesta segunda-feira (03) o clipe de"BOLSOMINIONS," a música remete aos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Bolsominions são vergonhas / Que pastavam distraídas / Burrice imodesta / O horror à festa / E à risada instruída", diz parte da letra.

A faixa é o terceiro single do disco Vestido de amor lançado este ano. No clipe são mostradas cenas onde pessoas lidam com armas de fogo e levanta discussões sobre a "ética" dos apoiadores de Bolsonaro.

+++ LEIA MAIS: Roger Waters tem shows cancelados na Polônia por criticar Ucrânia

“Essa é uma canção em defesa da fé cristã e uma crítica a um grupo político de inspiração fascista que sequestrou de modo bastante hipócrita parte significativa das igrejas e o rebanho que professa essa fé. É um reggae quase punk de protesto, ao modo de Peter Tosh ou The Clash”, afirma.

Ele deixa bem claro: “Os verdadeiros religiosos sabem que a crítica não se dirige a eles, mas sim aos vendilhões do templo, gente que cultua o deus dinheiro, as armas, a terra plana, a negação da ciência, a misoginia, o racismo, a perseguição à diversidade sexual “, finalizou.

+++ LEIA MAIS: Pink Floyd relança Animals; ainda atual, disco precisava de nova versão? [REVIEW]

Confira o clipe abaixo: