Chloë Moretz passou por episódio de “fat shaming” em filme quando tinha 15 anos

Ator mais velho disse que a atriz era “muito grande” para ele e “que nunca a namoraria na vida real”

Rolling Stone EUA Publicado em 08/08/2017, às 16h24 - Atualizado em 10/08/2017, às 09h26

Chloe Grace Moretz
Arthur Mola/Invision/AP

Chloë Grace Moretz disse em uma recente entrevista à revista Variety que passou por diversas situações de machismo e preconceito em sua carreira no cinema, incluindo um episódio em que foi constrangida por conta de seu peso corporal por um colega de elenco.

“Esse cara, que era meu interesse romântico [no filme], disse: ‘Eu nunca te namoraria na vida real. Eu fiquei, tipo: ‘Oi?’. E ele: ‘Você é muito grande pra mim’ – falando do meu peso”, revelou a atriz. Chloë disse que o ator tinha “23, 24 ou 25 anos” na época, e ela tinha 15.

Entrevista: constantemente escalada para papéis intensos, Chloë Grace Moretz se firma como grande talento da nova geração de Hollywood

“Foi um dos únicos atores que me fez chorar em um set”, afirmou. “Faz você perceber que tem umas pessoas muito más por aí. Por alguma razão, ele sentiu necessidade de dizer aquilo pra mim”, continuou ela, que já atuou em mais de 50 produções. “Fui berrando contar para o meu irmão. Ele ficou possesso. (...) Você tem que perdoar, mas não esquecer. Foi desconcertante.”

Nem todos os parceiros de Chloë em filmes foram tão diretos. Ela lembrou que outros atores falaram, pelas costas dela, com cabeças dos estúdios visando fazer com que a atriz tivesse menos destaque em determinadas produções.

“Tive um colega mais jovem que tentou me botar de lado, inventando problemas para tentar me colocar no meu lugar, inventando coisas para o diretor... coisas malucas, coisas que eu jamais faria, coisas não profissionais que não faziam sentido. É maluquice. Ele tinha esse complexo de inferioridade, e eu, tipo: ‘Você é completamente igual a mim, não é diferente de mim. Eu tenho o papel principal nesse filme, e não entendo: só porque você tem um papel menor, você está tentando me encurralar e me colocar pra baixo.’”

Chloe também contou que Deixou de conseguir um papel apenas por ser loira. “Me disseram que eu era muito loira e que eles não podiam escalar duas loiras no mesmo filme. Como eu sou loira e tem outra loira no filme, você não pode escalar duas? É uma forma muito masculina de pensar as coisas."

Chloë Moretz tem constantemente se colocado como uma voz atuante na luta pela igualdade de gêneros e pelo empoderamento feminino na indústria do entretenimento. Na entrevista à Variety, ela disse que tenta se manter esperançosa mesmo diante das experiências negativas.

“Tenho visto uma mudança realmente grande em termos de como cineastas mulheres têm trabalhado”, afirmou, citando Desiree Ahkavan, com quem trabalhou no ainda inédito The Miseducation of Cameron Post. “Estamos dando grandes passos, mas é um longo caminho. Não estamos nem perto de chegar lá. Estamos correndo atrás. Temos um longo caminho pela frente.”