Chris Brown diz que se sente um “monstro” por ter agredido Rihanna

Cantor descreve a infame noite em detalhes no documentário Chris Brown: Welcome to My Life

Rolling Stone EUA Publicado em 16/08/2017, às 15h20 - Atualizado às 19h16

Chris Brown em cena do documentário Chris Brown: Welcome to My Life
Reprodução/Vídeo

Na última segunda, 14, foi lançado o documentário Chris Brown: Welcome to My Life, filme dirigido por Andrew Sandler que conta a história de vida do cantor. Após a divulgação, uma página de Facebook dedicada ao rapper, intitulada Chris Brown Fan, publicou um trecho da produção, no qual ele descreve o que ocorreu na infame noite em que agrediu Rihanna fisicamente, cantora que era namorada dele na época.

O artista, que permaneceu durante cinco anos em liberdade condicional e realizando serviços comunitários pela agressão, fala sobre o relacionamento do casal no vídeo de 11 minutos. Ele chama o início do romance deles de “um conto de fadas”, mas revela que tudo se transformou depois que ele mentiu sobre ter traído Rihanna com uma ex-funcionária.

Relembre dez casos de artistas que foram agredidos de forma inesperada

“Depois daquilo, ela perdeu a confiança em mim. Ela passou a me odiar. Eu tentei de tudo, e ela não se importava. Ela simplesmente não confiava mais em mim. Então as coisas só ficaram piores, aconteceram muitas discussões verbais e físicas. Nós brigávamos, ela me batia, eu batia nela e nada nunca ficava bem.”

Na festa que precedeu a premiação do Grammy de 2009, Brown e Rihanna entraram em uma grande discussão depois que a mulher com quem ele havia traído a cantora os abordou durante o evento. Quando saíram do local, ele afirma ter oferecido o celular para provar lealdade à cantora. Porém, o plano não saiu como esperado, já que Rihanna encontrou uma mensagem da garota e entendeu que Brown havia mentido para ela novamente.

“Ela jogou meu telefone, começou a dizer que me odiava. Nós estávamos em uma pequena Lamborghini e ela começou a me bater. E, em vez de eu pedir para ela se acalmar, e explicar que estava falando a verdade, decidi ser mau. Lembro que ela tentou me chutar, mas aí eu bati nela com força, com o punho fechado, eu dei um soco nela. E quando eu vi o que tinha feito, fiquei em choque. Eu pensei: “Merda, por que diabos eu bati nela?”.

Ele diz que se sentiu como um “monstro” pelo que havia feito e que quando viu a foto do rosto machucado de Rihanna sentiu o peso de tê-la agredido. “Olho para aquela foto e penso: ‘Esse não sou eu’”, afirma. “Odeio isso até hoje. É algo que vai me assombrar para sempre.”

Assista, abaixo, ao trecho de Chris Brown: Welcome to My Life.