Chris Brown se declara culpado por agressão e aceita acordo com a justiça

De acordo com o juiz, o músico já cumpriu a pena

Redação Publicado em 02/09/2014, às 11h55 - Atualizado às 12h15

Chris Brown
Paul Buck/AP

Chris Brown se declarou culpado, perante a justiça, de ter agredido um fã na porta de um hotel em Washington, em 2013, e aceitou um acordo judicial nesta terça, 2. As informações são do site TMZ. Anteriormente, Brown tinha se declarado inocente no caso, ocorrido enquanto ele estava sob liberdade condicional.

Dois lados: artistas que são tão (ou mais) odiados quanto amados, como Chris Brown.

Ao aceitar o acordo, o músico, que prepara o sexto disco de estúdio, não terá que passar mais seis meses preso, nem pagar a multa de US$ 1000 que havia sido estipulada. Um juiz da Corte Superior do Distrito de Columbia condenou Brown a dois dias de prisão, sendo que ele já cumpriu essa pena e deverá apenas desembolsar US$ 150 para cobrir custos judiciais.

Também envolvido na acusação, o segurança do Brown, Christopher Hollosy, foi declarado culpado da agressão e será julgado no dia 7 de setembro.

As 15 prisões mais estúpidas do mundo da música.

Há dois meses, Brown deixou a cadeia onde estava, em Los Angeles, depois de cumprir 108 de detenção por ter violado o regime de liberdade condicional. O crime em questão era outro, relacionado ao caso de agressão contra a cantora Rihanna quando eles namoravam, em 2009.