Christian Bale desiste de interpretar Steve Jobs em cinebiografia

Leonardo DiCaprio já havia negado o papel de fundador da Apple no filme de Danny Boyle

Redação Publicado em 03/11/2014, às 19h27 - Atualizado às 19h53

O fundador da Apple Steve Jobs e ator Christian Bale

Ver Galeria
(20 imagens)

O ator Christian Bale se junta agora ao time dos que se recusaram a interpretar o inventor e ex-CEO da Apple, Steve Jobs, na cinebiografia comandada pelo diretor Danny Boyle (Quem Quer Ser um Milionário?, Trainspotting – Sem Limites). De acordo com o The Hollywood Reporter, Bale concluiu que não é a pessoa certa para o papel.

Galeria: a história musical de Steve Jobs.

O motivo do declínio de Bale é, portanto, diferente do de DiCaprio, que estava negociando o papel seriamente, mas saiu da disputa para focar no longa do diretor Alejandro González Iñárritu, The Revenant. Segundo o THR, depois de rodar o filme, o ator de O Lobo de Wall Street pretende dar um tempo na carreira dele no cinema.

Edição 62 – O Steve Jobs Que Ninguém Conheceu.

Boyle e a produtora Sony estão procurando alguém para assumir o papel principal do filme, que tinha as primeiras gravações agendadas para o fim de 2014. Recentemente, foi divulgado que Seth Rogen interpretará Steve Wozniak, cofundador – e responsável pelos computadores Apple I e Apple II nos anos 1970 – da Apple em parceria com Jobs e Ronald Wayne, tendo deixado a empresa em 1987.

Crítica – Jobs peca pela falta de profundidade, mas Ashton Kutcher surpreende.

De acordo com o Vulture, Jobs – que ainda não tem data para ser lançado – será completamente diferente da cinebiografia estrelada por Ashton Kutcher. O longa, baseado na biografia lançada por Walter Isaacson em 2011, terá apenas três cenas, que mostrarão os bastidores dos lançamentos de três produtos da Apple. O aclamado roteirista Aaron Sorkin – que venceu o Oscar de Melhor Roteiro por A Rede Social está cuidando da adaptação.