Christina Hendricks foi abandonada por agência após aceitar papel em Mad Men

Como Joan Harris, a atriz foi indicada ao Emmy Awards por cinco anos consecutivos

Redação Publicado em 04/08/2014, às 12h26 - Atualizado às 12h35

Christina Hendricks
Dan Steinberg/AP

Christina Hendricks foi expulsa da agência que cuidava da carreira dela ao aceitar o papel de Joan Harris, na série multipremiada Mad Men, da AMC (no Brasil, transmitida pelo canal por assinatura HBO). A revelação foi dada pela atriz ao jornal britânico The Guardian.

Galeria - As dez séries internacionais de maior destaque em 2013.

De acordo com Christina, a agência que cuidava da carreira dela desacreditava de Mad Men e considerava a série como algo temporário. Ela e o empresário, por sua vez, amaram o roteiro e decidiram aceitar.

Como os demônios internos de Jon Hamm o transformaram em Don Draper, o anti-herói mais quente da televisão.

“Eles disseram: ‘Isso não vai a lugar algum, nós precisamos que você faça dinheiro e isso [Mad Man] não fará”, contou a atriz. “Eles acabaram me largando”.

A escolha de Christina e do empresário se mostrou acertada, contudo. A atriz foi indicada ao Emmy por cinco anos consecutivos na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante de Série Dramática, entre os anos de 2010 a 2014.

Galeria - Os grandes vencedores da história do Emmy.

A sétima e última temporada de Mad Men está prevista para ir ao ar em 2015.