Chuck Barris, apresentador original do The Gong Show, morre aos 87 anos

Ele ainda apresentou The Dating Game e The Newlywed Game

Rolling Stone EUA Publicado em 22/03/2017, às 16h38 - Atualizado às 18h37

Chuck Barris, ex-apresentador do clássico game show The Gong Show
AP

Morreu na última terça-feira, 21, Chuck Barris. Mais conhecido por apresentar, entre 1976 e 1980, o clássico game show The Gong Show, ele ainda foi o responsável por programas como The Dating Game e The Newlywed Game. Barris tinha 87 anos e sua morte foi associada a causas naturais, conforme foi relatado à agência The Associated Press.

A longa carreira de Barris no show business começou quando ele ainda atuava nos bastidores de programas como American Bandstand. Em 1962, ele ainda foi o responsável pela letra da faixa “Palisades Park”, de Freddy Cannon, que emplacou o terceiro lugar nas paradas norte-americanas. A canção foi regravada por Bruce Springsteen e pelos Beach Boys.

A participação mais emblemática de Barris na TV foi como o apresentador e produtor do The Gong Show. O programa, que foi ao ar de 1976 a 1980 (com um revival em 1988 e 1989, apresentado por Don Bleu), ficou conhecido pelo humor absurdo e pelo seu formato de interativo. Nele, pessoas com talentos estranhos e questionáveis precisavam se apresentar para um jurado formado por três celebridades. Caso a apresentação não fosse boa o bastante, o participante seria interrompido por uma gongo. Os vencedores do concurso ganhavam US$ 516,32, que era o mínimo permitido pelo Sindicado dos Atores.

No entanto, o capítulo mais estranho da vida do apresentador foi registrado na autobiografia dele (Confessions of a Dangerous Mind) e pode não ter acontecido de verdade. Nela, Barris declara que enquanto apresentava o The Gong Show ele levava uma vida dupla como um assassino da CIA, alegando ainda ter matado várias vezes para a agência governamental. Embora a confissão dele nunca tenha sido confirmada (a CIA negou o envolvimento dele em várias ocasiões), o livro inspirou o filme Confissões de Uma Mente Perigosa que foi lançado em 2002 e é dirigido por George Clooney e estrelado por Sam Rockwell.

“Teve uma hora que eu já estava ficando louco de aparecer lá no palco, era lamentável”, disse Barris à Entertainment Weekly, em 2003, sobre a razão de o programa ter sido cancelado em 1980. “Se eu tivesse morrido na época, eu não me surpreenderia se meu obituário dissesse: ‘Gongado. Ele foi gongado. Finalmente gongado’. Mas isso não era eu. Não sou eu.”

Assista abaixo a um episódio do programa.