Cidade de Chicago proíbe manifestação de enfermeiros depois que o evento colocou uma performance de Tom Morello na programação

A marcha da National Nurses United durante a reunião da OTAN foi obrigada a se mudar para um local menos movimentado

Rolling Stone EUA Publicado em 09/05/2012, às 10h50 - Atualizado às 15h30

Tom Morello fará uma música exclusiva para cada edição de Orchid
Reprodução/MySpace

A cidade de Chicago obrigou a National Nurses United (equivalente a um sindicato para a classe) a mudar de local a manifestação que a organização tinha planejada para 18 de maio. A alteração ocorreu depois que o evento adicionou à programação uma performance de Tom Morello, de acordo com o jornal Chicago Tribune.

O protesto está marcado para ocorrer durante o encontro da OTAN e tinha sido aprovado há meses. As autoridades da cidade mandaram uma carta para os organizadores da marcha afirmando que ela teria que se mudar para um local menos movimentado para "acomodar as mudanças no seu evento, incluindo a performance pelo músico conhecido nacionalmente, que gerou um aumento significativo na expectativa de público".

A National Nurses United disse que começou a trabalhar com a American Civil Liberties Union para protestar contra a decisão da cidade.

"Eles estão tentando marginalizar o efeito dos enfermeiros," disse a diretora da organização, RoseAnn DeMoro, que destacou que o propósito da manifestação era apoiar a proposta de uma taxa de transição em acordos em Wall Street.