Cliff Richard nega acusações de ter cometido abuso sexual nos anos 1980

Casa que pertenceu ao cantor está sendo investigada pela polícia

Redação Publicado em 14/08/2014, às 18h32 - Atualizado às 20h02

Markus Scholz
Markus Scholz/AP

O cantor Cliff Richard negou a acusação de que ele teria abusado de um garoto menor de 16 anos na década de 1980. De acordo com a polícia, uma casa que pertence ao músico, na região de Berkshire, no sul da Inglaterra, estaria envolvida no caso.

As 100 primeiras capas publicadas pela Rolling Stone Brasil.

Richard, que está fora do Reino Unido, disse em um comunicado: “Por muitos meses estive acompanhando as acusações contra mim que estão circulando na internet, elas falam sobre uma propriedade minha”, afirmou antes de acrescentar:“As alegações são completamente falsas. Até agora, preferi não falar sobre isso para não dar uma repercussão ainda maior.”

Ele ainda contou que “a polícia esteve em meu apartamento em Berkshire hoje sem aviso, exceto porque apareceu na mídia”. De acordo com o NME, Richard saiu da casa dele em Portugal na manhã desta quinta, 14, e viajou a outro local do país com a irmã por alguns dias.