Co-fundador do Lollapalooza acredita que shows só serão possíveis em 2022

Marc Geiger discutiu sobre os concertos no podcast de Bob Lefsetz

Redação Publicado em 17/07/2020, às 14h04

None
Lollapalooza Chicago (Foto: Rob Grabowski / Invision / AP)

Marc Geiger, co-fundador do Lollapalooza, acredita que os shows só serão possíveis ser realizados com tranquilidade em 2022. O empresário discutiu sobre os concertos no podcast de Bob Lefsetz. 

+++ LEIA MAIS: Por que é tão importante cancelar shows e festivais durante pandemia do coronavírus?

"Na minha humilde opinião, shows só serão possíveis em 2022", disse Geiger. "Vai demorar muito para que esse cenário acabe e as pessoas voltem a querer sair para jantar, ir a festivais e terem as suas vidas normais". 

Marc acredita que os últimos seis meses do ano e os próximos sejam ainda mais dolorosos com a Covid-19. A pandemia gerou uma crise imensa na indústria do entretenimento e todos os grandes eventos precisaram ser remanejados. 

+++ LEIA MAIS: Cancelar shows e estreias no cinema é 'menos penoso, economicamente, do que ignorar', acredita imunologista Roberto Zeballos

 


+++ 15 HISTÓRIAS INACREDITÁVEIS (E REAIS) DE OZZY OSBOURNE