Ryan Murphy, cocriador de Glee, revela planos para personagem de Cory Monteith

“A coisa certa a se fazer pela série, pelo menos neste momento, é fazer o personagem falecer”, disse ele

Rolling Stone EUA Publicado em 22/07/2013, às 11h31 - Atualizado às 12h08

Momentos marcantes de Cory - abre
Todd Williamson/AP

Ryan Murphy, cocriador de Glee, falou a respeito da morte do astro Cory Monteith e como isso afetará o futuro da série.

As performances mais memoráveis de Cory Monteith em Glee.

"Quando você precisa encarar algo tão triste e chocante, o que você faz? Cancelamos a série? Começamos a rodar em janeiro? O que podemos fazer?”, questionou Murphy em uma entrevista para o site da revista The Hollywood Reporter. "Acabamos decidindo que a melhor coisa para todos seria voltar ao trabalho e estar perto das pessoas que o conheciam e amavam para que todos possam passar pelo luto juntos.”

Monteith, o ator de 31 anos que interpretava Finn Hudson na série, foi encontrado morto em um quarto de hotel em Vancouver no dia 13 de julho. A necropsia constatou que ele morreu de uma combinação tóxica de heroína e álcool.

Murphy disse ainda ao veículo que apesar de os detalhes a respeito da trama não terem sido decididos ainda, o programa não vai colocar outro ator no papel. “A coisa certa a se fazer pela série, pelo menos neste momento, é fazer o personagem falecer”, disse ele.

Os dois primeiros episódios da quinta temporada, que envolvem um tributo aos Beatles, já estavam escritos. Murphy disse que depois de filmar esses dois episódios, o programa vai passar por um longo hiato para que sejam pensados os passos seguintes. O plano é que haja um tributo ao personagem de Monteith no terceiro episódio, depois da realização de um evento em memória ao ator.

"Quando fizermos o episódio de tributo, precisamos ter o cuidado de fazer isso de forma que o elenco não reviva os sentimentos e a dor que tiveram que suportar esta semana”, explicou. “Se conseguirmos fazer isso de maneira responsável e ajudar os jovens que estão encarando esses sentimentos, isso é o melhor que podemos esperar.”

A Fox anunciou na última sexta, 19, que por causa do ocorrido, a estreia da quinta temporada foi adiada de 19 de setembro para 26 de setembro. A produção dela também foi adiada, tendo início no começo de agosto.