Colapso nervoso teria feito Wade Robson revelar abuso sexual por parte de Michael Jackson

Coreógrafo de Britney Spears e Usher alega que foi abusado sexualmente pelo Rei do Pop quando tinha entre 7 e 14 anos

Redação Publicado em 09/05/2013, às 12h45 - Atualizado às 13h22

Wade Robson
AP

O coreógrafo Wade Robson, que está alegando ter sido molestado por Michael Jackson por sete anos, sofreu um colapso nervoso em 2012 e o tratamento fez com que ele expusesse para a família o que havia acontecido entre ele o Rei do Pop, informa o TMZ.

Segundo o site, que diz ter recebido a mesma informação de múltiplas fontes anônimas, Wade começou a sofrer de ansiedade em 2011, mas tudo explodiu em março do ano seguinte. O colapso o levou ao isolamento e acabou com a carreira que ele havia construído ao longo dos anos – ele foi coreógrafo de Britney Spears, 'N Sync, Usher e Pink.

Wade se tratou com psicoterapia e foi isso que teria feito com que ele revelasse o abuso. O coreógrafo então contou a familiares e amigos que ele teria sido molestado dos 7 aos 14 anos e que planejava processar o espólio de Michael Jackson.

Nesta quarta-feira, Howard Weitzman, advogado do espólio, disse que as alegações eram “tristes e pouco confiáveis”. “Este é o jovem que testemunhou duas vezes nos últimos 20 anos e disse, em inúmeras entrevistas, que Michael Jackson nunca fez nada inapropriado para ele ou com ele”, afirmou ele, também ao TMZ.