Coletivo de rappers Odd Future é proibido de entrar na Nova Zelândia

Grupo foi considerado uma ameaça à ordem pública pela imigração neozelandesa

Redação Publicado em 13/02/2014, às 10h02 - Atualizado às 10h04

Tyler, The Creator
AP

A Nova Zelândia não quis permitir a entrada do grupo Odd Future no país, de acordo com o jornal britânico The Guardian. A razão? O coletivo foi considerado uma ameaça à ordem pública.

Criador de confusão - líder do Odd Future fala sobre homofobia e Miley Cyrus

O Odd Future estava escalado para fazer o show que antecederia a apresentação de Eminem no festival Rapture, neste sábado, 15, em Auckland. Em declaração oficial, o departamento de imigração justificou a decisão ao levar em conta “incidentes ocorridos em performances passadas nos quais eles incentivaram a violência”.

Karen Urwin, diretora das operações de fronteira do país, explicou que tomou conhecimento de um incidente do grupo em Boston, em um show de 2011, no qual os integrantes do Odd Future teriam incitado os fãs a atacarem os policiais, segundo algumas testemunhas.

A Estranha Motivação de Tyler, The Creator: Líder do coletivo de rap Odd Future fala (pouco) sobre a sua polêmica carreira e o novo disco, Goblin

Tyler, The Creator, foi ao Twitter reclamar da decisão: “OF [sigla para Odd Future] foi banido da Nova Zelândia de novo. Eles dizem que somos ‘ameaças terroristas e ruins para a sociedade’, ou qualquer coisa assim.”