Game Cavaleiros do Zodíaco ganhará lançamento em português

“É novidade para mim que haja tantos fãs do desenho no Brasil”, disse Yasu Nishimura, diretor da Namco Bandai na Europa

Gus Lanzetta Publicado em 21/05/2012, às 17h56 - Atualizado às 18h30

Cavaleiros do Zodíaco
Divulgação

Desde que estreou na extinta TV Manchete, em 1994, a série animada Cavaleiros do Zodíaco vem criando fãs no Brasil como em nenhum outro país. Na época, os bonecos baseados nos personagens da japonesa Bandai geravam imensas filas nas lojas de brinquedos. Ávidos colecionadores e pais com filhos muito insistentes lotavam todo e qualquer lugar que vendesse as figuras plásticas com pecinhas de metal que mal se encaixavam nos bonecos.

Hoje, 18 anos depois, com público ainda dando audiência para as reprises do desenho e muito dinheiro para todos os produtos relacionados aos Cavaleiros (DVDs, camisetas, bonecos, etc), a Namco Bandai está trazendo para o Brasil o título mais recente da saga para PlayStation 3, Cavaleiros do Zodíaco: Batalha do Santuário, legendado em português. A previsão é que o produto chegue às lojas em 8 de junho.

Yasu Nishimura, diretor da Namco Bandai na Europa, desembarcou por aqui para falar sobre o lançamento do game. À Rolling Stone Brasil ele declarou que a decisão de trazer o jogo para cá – mesmo sem ele ter sido lançado nos Estados Unidos – foi feita após diversos fãs contatarem a empresa, pedindo um lançamento nacional do título. “A Zap Games [distribuidora do game no país] também entrou em contato com a Namco Bandai da Europa e disse que havia muito interesse dos fãs aqui”, declarou Nishimura. “É novidade para mim que haja tantos fãs no Brasil, só agora estou sabendo disso”, completou o executivo.

Para traduzir e adaptar o jogo para o português, processo que começou em janeiro e acabou recentemente, a Namco Bandai buscou ajuda de comunidades online dedicadas a discutir Cavaleiros do Zodíaco. “A tradução estava sendo feita na Europa para diversas línguas, mas quando precisávamos saber como adaptar certos termos e nomes, recorríamos aos fãs”, contou Nishimura.

Eduardo Vilarinho, que há 10 anos cuida do site do fã-clube oficial de Cavaleiros do Zodíaco no Brasil, foi um dos amantes do desenho que ajudaram na adaptação do jogo. “Foi fantástico”, afirmou Vilarinho sobre a empresa ter entrado em contato com fãs. Sobre o lançamento e expectativas quanto ao futuro do mercado brasileiro nos planos das empresas japonesas, Vilarinho acredita que “deu para mostrar que existe um mercado consumidor. Agora eles sabem o que é o Brasil”.

O conteúdo para download que será vendido para Cavaleiros do Zodíaco nos próximos meses também já está sendo traduzido. E a atenção dada ao país deve aumentar ainda mais. “Estamos olhando mais atentamente para o mercado brasileiro agora e o objetivo é aproximar as datas de lançamento com as do mercado japonês”, revelou Nishimura.

Com a expectativa de vender entre 35 mil e 50 mil unidades do jogo no primeiro mês, a Namco Bandai parece estar otimista. Por conta do crescimento econômico, o mercado nacional de games passaria a ter uma base consumidora diferenciada e começaria a ser menos atrelado ao mercado norte-americano.