Com qual idade descobrimos o estilo de música e banda favorita? Ciência responde

Você lembra onde estava e quem estava com você quando ouviu sua banda favorita pela primeira vez?

Redação Publicado em 21/02/2020, às 16h00

None
Freddie Mercury, Kiss, My Chemical Romance, Billie Eilish: qual seu favorito? (Foto 1: AP; Foto 2: Sebastian Willnow/ Picture Alliance/ DPA/AP Images; Foto 3: Barry Brecheisen/Invision/AP e Foto 4: Reprodução / YouTube)

Seja trocando fitas cassetes, “queimando” CDs no computador, dividindo um MP3 ou em uma playlist do Spotify, você provavelmente lembra de ouvir a sua banda favorita ainda na escola. Não por menos: normalmente, as pessoas encontram seu gosto musical aos 13 anos, como mostrou um estudo do TickPick.

O site de vendas de ingressos queria entender como alguém forma o gosto musical. Para isso, entrevistaram 500 jovens e mais de 490 pais para saber como o meio influencia o que você ouve - e o que gosta de escutar, principalmente.

+++ LEIA MAIS: Ouvir 78 minutos de música por dia ajuda a ter uma vida saudável, diz estudo

Descobriram que pais e mães influenciam mais o gosto musical de alguém do que a TV ou algum irmão mais velho (48%, 45%, 44% e 33% dos entrevistados sentiram-se respectivamente influenciados pelos citados). 

Os campeões de influência, porém, são bem esperados: amigos (66%), rádio (59%) e filmes (52%). Redes sociais influenciaram apenas 23% dos entrevistados.

+++ LEIA MAIS: Pioneiras do rock: conheça as mulheres que ajudaram a criar o estilo nos anos 1950

Outro fato curioso é que o estilo favorito dos pais altera diretamente a influência que eles exercem sob os filhos. Pais que ouvem indie são os que mais insistem para os filhos conhecerem as músicas que gostam (75%). Seguem-se hard rock (69%), jazz (67%) e rock clássico e metal, com 64%.

Os estilos também mudam bastante do pai para a mãe. A pesquisa mostra que os pais gostam de mostrar aos filhos, em ordem: indie, jazz, country/folk, clássico e pop. Já as mães, é hard rock, rock clássico, metal, trilhas sonoras e punk.

+++ LEIA MAIS: O que levou o Beatles ao fim foi o vício de John Lennon por heroína, diz pesquisador 

Por isso, a “resolução” do debate eterno do que ouvir no carro é bem parcial: em 42% dos casos, ambos escolhem; os pais mandam 36% das vezes, e os filhos, 22%. Veja a pesquisa completa aqui.

+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA