Como Era Uma Vez Em… Hollywood se encaixa no ‘universo cinematográfico Tarantino’? Entenda

Quase todos os filmes do cineasta se passam no mesmo mundo, inclusive a obra mais recente

Redação Publicado em 02/02/2020, às 12h00

None
Leonardo DiCaprio e Brad Pitt em Era Uma Vez Em... Hollywood

Quase todos os filmes de Quentin Tarantino se passam no mesmo mundo (exceto por Jackie Brown [1997]) e Era Uma Vez Em… Hollywood (2019) também se encaixa nessa espécie diferente de universo cinematográfico. Segundo o Screen Rant, há sinais claros da conexão entre os longas.

As conexões mais óbvias do nono filme de Tarantino com os outros são os filmes e séries que o ator Rick Dalton, personagem de (Leonardo DiCaprio), estrela. Os 14 Punhos de McCluskey, longa-metragem fictício, mostra o galã queimando nazistas com um lança-chamas - provavelmente, uma história inspirada pelos eventos de Bastardos Inglórios (2009).

+++LEIA MAIS: Quentin Tarantino revela o futuro do personagem de Leonardo DiCaprio depois do final de Era Uma Vez… Em Hollywood: ‘Foi algo grande’

Em Bastardos Inglórios, nazistas são caçados brutalmente por um batalhão de elite, que assassina até Hitler. McCluskey, o personagem de Rick Dalton, é também um caçador de fascistas, e mata membros da alta cúpula do partido.

Já o seriado de TV fictício de faroeste Bounty Law, outra das obras do personagem de DiCaprio, pode ser baseado em Django Livre (2012). Rick Dalton interpreta um pistoleiro fora da lei que ganha a vida matando ou prendendo bandidos que têm recompensas pela cabeça.

+++ LEIA MAIS: 5 projetos incríveis de Tarantino que nunca saíram do papel - mas deveriam ter [LISTA]

O mesmo acontece com Django. Quando o personagem de Jamie Foxx é libertado pelo Dr. Schultz (Christoph Waltz), é convidado para caçar bandidos por dinheiro, como ele faz.

Além dessas conexões, uma marca de cigarros (Red Apple) se repete em todos os filmes. Apesar de todas as similaridades, não há indício de conexão maior entre os personagens do Tarantinoverso’. 


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL