Pulse

Como fã roubou Paul McCartney e inspirou música dos Beatles?

A canção "She Came in Through the Bathroom Window" foi pensada a partir de uma situação real que envolve fãs, invasão e roubo

Redação Publicado em 02/09/2019, às 18h32

None
Paul McCartney (Foto: Tim Sharp / AP)

Não era incomum aos Beatles se inspirarem em pessoas reais que estavam no entorno deles.  Sabe-se, por exemplo, que "Savoy Truffle" foi escrita por George Harrison para seu amigo, Eric Clapton. Mas e a canção “She Came in Through the Bathroom Window,” de Paul McCartney, é sobre o que? Ou melhor, quem?  

+++LEIA MAIS: Quais músicas dos Beatles John Lennon realmente achava 'um lixo'?

John Lennon acreditava que McCartney tinha se inspirado na esposa, Linda, para escrever a faixa, mas a verdade é outra: a música fala sobre uma fã que invadiu a casa do artista.

Os seguidores dos Beatles esperavam os artistas na saída de estúdios e nas ruas, e tinham até um nome: “Apple Scruffs”. Às vezes, os fãs podem ir longe demais. Segundo Steve Turner, autor do livro A Hard Day's Write, uma fã chamada Diane Ashley conseguiu invadir a casa de Paul McCarrtney, e, inclusive, pegar alguns objetos do artista.

A própria fã relatou como conseguiu entrar na casa de Paul: "Encontramos uma escada no jardim dele e colocamos na janela do banheiro, que ele tinha deixado um pouco aberta."  Após posicionar a escada, Ashley subiu e abriu a porta da frente para os amigos poderem entrar.  

+++LEIA MAIS: Por que George Harrison se sentia sufocado por Paul McCartney nos últimos anos dos Beatles?

Os invasores não se contentaram em entrar na casa do beatle, e roubaram alguns itens. Um deles - uma foto emoldurada - era muito importante para McCartney, o que fez com que o artista tentasse recuperá-la.

Para isso, em vez de falar com a polícia, Paul falou com Margo Bird, fã do grupo que tinha sido contratada para trabalhar para os Beatles, e que conseguiu resgatar os pertences do artista.

As outras partes da letra de "She Came in Through the Bathroom Window" devem ter sido pensadas a partir de uma possível história de uma fã, mesma maneira que McCartney trabalhou com a música "Lovely Rita".

+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu