Como filmagens da abertura de O Iluminado viraram o final de Blade Runner?

O diretor do filme estrelado por Harrison Ford precisou buscar alternativas para terminar a produção

Redação Publicado em 14/04/2020, às 12h28

None
Jack Nicholson em O Iluminado (Foto: Reprodução)

Ridley Scott, o diretor do clássico Blade Runner, precisou buscar recursos alternativos para terminar a produção do filme estrelado por Harrison Ford. E a solução encontrada pelo cineasta foi usar partes das filmagens do O Iluminado no longa-metragem.

Segundo o Far Out Magazine, depois de receber crítica pelas cenas finais do filme, o diretor convocou o elenco novamente para realizar novas gravações no Big Bear Lake, na Califórnia, nos Estados Unidos.

+++ LEIA MAIS: Como diretor de Doutor Sono conseguiu ‘copiar’ hotel de O Iluminado, de Kubrick?

Contudo, o tempo nublado não permitiu que equipe gravasse boas imagens da paisagem. Então, Scott lembrou que a abertura de O Iluminado utilizava imagens de um local parecido com o cenário de Blade Runner.

O diretor ligou para Stanley Kubrick, explicou o problema de produção e pediu as filmagens do longa-metragem de terror. No dia seguinte o cineasta recebeu inúmeras horas de gravações feitas em um helicóptero.

“No dia seguinte, eu tinha conversado com Stanley [Kubrick] algumas vezes. Eu disse: “Eu sei que você filmou tudo para O Iluminado, eu sei que você tem quatro meses e meio de coisas de helicóptero aí… Posso pegar algumas? Porque isso me serve bem’. Então o final do filme Blade Runner é o começo das filmagens de Kubrick”, disse Scott para o The Hollywood Reporter.

+++LEIA MAIS: Sequência de O Iluminado, Doutor Sono tenta agradar Stephen King e Kubrick ao mesmo tempo - e é seu maior erro [ANÁLISE]

O cineastas ainda lembrou que Kubrick ligou para ele e disse: “É o Stanley. Uma coisa. Eu sei que você está com as minhas filmagens agora. Se tiver algo que eu usei, você não pode usar. Entendeu?”.

Lançado em 1982, o filme não foi bem recebido pelo público e a crítica. Após o péssimo desempenho nas bilheterias, Scott reconheceu que a narrativa estava a frente do tempo dela. Ao fugir dos finais épicos exibidos em todas as outras produções de Hollywood, o longa não agradou os espectadores.


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA