Como Flea e companhia escolheram o nome ‘Red Hot Chili Peppers’ para a banda?

Antes do nome atual, o grupo se chamava Tony Flow and the Miraculously Majestic Masters of Mayhem

Redação Publicado em 24/04/2020, às 14h42

None
John Frusciante, Flea, Anthony Kiedis e Chad Smith, do Red Hot Chili Peppers (Foto: Kevork Djansezian via AP Images)

Ao longo da carreira do Red Hot Chili Peppers desde os anos 1980, o som que eles desenvolveram nestes anos é tão único e simbólico para eles que não dá para imaginar outro nome para a banda. 

+++LEIA MAIS: Red Hot Chili Peppers: Flea dá indícios de briga com Anthony Kiedis: "Ele tenta ser o alfa"

"Red Hot Chili Peppers" é praticamente o único nome que você imagina para esses músicos. São quatro palavras para uma banda de quatro homens, e a referência transmite perfeitamente a ideia que eles querem passar, como aponta o Grunge.

É quase impossível acreditar que a banda nem sempre teve esse nome. O Grunge relembrou como foi o processo de Fleae dos companheiros de encontrar um nome perfeito para o grupo. 

+++LEIA MAIS: John Frusciante vs Josh Klinghoffer: vídeos comparam os clássicos do Red Hot Chili Peppers tocados pelos guitarristas; assista

Como a Encyclopedia Britannica conta, no início dos anos 1980, o grupo usava um nome diferente. A formação original de Anthony Kiedis, Flea, do guitarrista Hillel Slovak e do baterista Jack Irons tinha péssimas habilidades de nomeação, já que se chamavam Tony Flow and the Miraculously Majestic Masters of Mayhem. 

Felizmente, não durou muito, mas mesmo assim, não é como se o nome do Red Hot Chili Peppers  tivesse sido uma epifania. De acordo com a autobiografia de Kiedis, Scar Tissue (via AXS), o famoso apelido da banda veio de uma "enorme lista de nomes idiotas, sem sentido e chatos", e Flea e o saxofonista Keith Barry alegam tê-lo inventado.

+++Leia mais: Drogas, brigas e genialidade: entenda a história de John Frusciante no Red Hot Chili Peppers

"É uma derivação de um nome americano de blues ou jazz clássico da velha escola", explicou Kiedis, sobre a lógica por trás do nome. "Havia Louis Armstrong com seu Hot Five, e também outras bandas que tinham 'Red Hot' isso ou 'Chili' aquilo. Mas ninguém nunca foi o Red Hot Chili Peppers, um nome que seria para sempre uma bênção e uma maldição”, concluiu. 


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL