Como Lorde escolheu o nome artístico?

Ella Yelich-O’Connor, ou Lorde, inspirou-se em um gosto da infância para escolher o nome artístico

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 11/06/2021, às 18h43

None
Lorde (Foto: Isaac Brekken/Getty Images)

Desde a estreia na música aos 16 anos, com "Royals," Lorde conquistou uma base de fãs enorme ao redor do mundo. Retornou aos holofotes em 2021, com o single "Solar Power," lançado na última quinta, 10 de junho. Mas, de onde a cantora de sucesso tirou o nome artístico?

Lorde é bastante discreta nas redes sociais, tenta se distanciar do posto de celebridade e passou os últimos anos afastada da música. Nascida na Nova Zelândia, Ella Marija Lani Yelich-O’Connor sempre teve paixão pela música e composição, de acordo com o Cheat Sheet. Viveu uma vida normal e tranquila e nunca se considerou uma adolescente popular, mesmo com o sucesso precoce.

+++LEIA MAIS: Lorde alcança o topo das paradas pela primeira vez na carreira com Melodrama

Quando começou na música, queria um nome artístico para separar a identidade pessoal da pública. Usou o single de estreia, "Royals," como inspiração. A música brincava com conceitos de realeza e aristocracia, ideias as quais Lorde gostava muito. A primeira opção foi Lord, mas adicionou um "e" ao final para um toque de feminilidade.

"Meu nome é Ella, é quem sou na escola, curtindo com amigos, fazendo lição de casa. Mas quando estou no palco, Lorde é uma personagem," disse em entrevista à Interview Magazine em 2013. Complementou dizendo como os amigos têm dificuldades em separar as duas identidades, mas "estão se acostumando."

+++LEIA MAIS: Crítica: irretocável em termos de produção, Melodrama, de Lorde, é fantasticamente íntimo

Em seguida, explicou o nome: "Lord era irado, mas muito masculino — quando era criança, gostava muito de monarcas e aristocracia. Então, para fazer ficar mais feminino, só adicionei um 'e' no fim! Muitos pensam que é religioso, mas não é."


Assista ao clipe de "Solar Power":


+++ URIAS: 'AS PESSOAS ESTÃO COMEÇANDO A ENTENDER MAIS DE MIM' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL