Como matar Harry Potter e outros? Conheça a deathfic, histórias criadas por fãs que aniquilam personagens queridos

Nesta vertente das fanfics, os escritores buscam formas criativas para matar os personagens favoritos deles

Redação Publicado em 20/02/2020, às 11h08

None
Daniel Radcliffe e Ralph Fiennes em Harry Potter e As Relíquias da Morte 2 (Foto: Reprodução)

No estranho e curioso universo das fanfics, existe uma categoria chamada deathfics. O conceito do gênero literário da internet é simples: contar histórias detalhadas sobre as piores maneiras de matar os personagens.

De acordo com uma reportagem do site The Atlantics, as motivações para a criação de uma deathfics também são diversas. Muitos usuários escrevem histórias trágicas para intensificar o luto por um personagem querido ou explorar emoções e traumas pessoais por meio das narrativas. Diferente das narrativas originais, os textos amadores proporcionam controle total sobre a trajetória dos personagens e as emoções proporcionadas.

+++ LEIA MAIS:  3 ships de Harry Potter que não fazem sentido (e 2 dois incríveis)

Rachel, uma fonte anônima da reportagem, revelou que chorou por horas depois de ler pela primeira vez uma história sobre o universo de Harry Potter, em que Draco Malfoy é assassinado pelo próprio pai.

Porém, anos mais tarde, ela se viu atraída justamente pela tragédia inesperada das deathgrips e passou a escrever textos sobre os mais diversos personagens como objetivo de provocar as emoções mais profundas dos leitores.

"O propósito da deathfic é criar um contexto emocional em que a queda do personagem nos atinge diretamente em casa e a sensação de perda é real", escreveu um perfil no site LiveJournal.

+++ LEIA MAIS:  8 perguntas ainda sem resposta dos fãs de Harry Potter sobre o Torneio Tribruxo [LISTA]

Nos sites Wattpad, Archive of Our Own e, principalmente, Tumblr, é possível encontrar histórias sobre o renascimento de Rihanna como um messias moderno ou contos de fantasmas envolvendo integrantes de grupos de K-Pop .

Segundo o The Atlantics, é difícil mapear a quantidade de deathfics que existem na internet, mas é possível identificar o perfil dos autores. Em 2010, o FanFiction.Net realizou uma pesquisa e concluiu que 80% dos usuários, normalmente anônimos, se identificam como mulheres.

+++ LEIA MAIS:  Tuíte descreve padrão nos filmes de Scorsese, e fãs do diretor ficam irritados

Apesar das discussões e polêmicas, não existem regras ou normas para escrever uma deathfic e todo tipo de conteúdo é permitido, como estupro, incesto, violência gráfica e suicídio.

E o resultado das deathfics é uma mistura bizarra de tristeza e satisfação. Mesmo depois de ter os sentimentos revirados, os fãs elogiam os autores e escrevem: "Meus olhos estão completamente vermelhos, inchados e eu tive que deixar a sala para soluçar sem acordar todos… É lindo".


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA