Como Michael Jackson fez 'We Are the World' chegar a 5 mil rádios simultaneamente [FLASHBACK]

Música reuniu 45 artistas para combater fome na África

Marina Sakai | @marinasakai_ (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 05/04/2021, às 19h15

None
Gravação de "We Are the World” (Foto: Divulgação)

"We Are The World" foi uma iniciativa de 45 artistas norte-americanos para combater a fome na África. Escrita por Michael Jackson e Lionel Richie, a música foi a maior mobilização da história do pop.

Tornou-se um dos singles mais vendidos de todos os tempos, com 7 milhões de cópias comercializadas só nos Estados Unidos. Rendeu cerca de US$ 55 milhões, e foi o primeiro single certificado com “platina múltipla” e “platina quádrupla” pela Recording Industry Association of America.

+++LEIA MAIS: Lionel Richie e Quincy Jones regravarão "We Are the World" em prol do Haiti

No entanto, só chegou no topo do Hot 100 da Billboard quando, em 5 de abril de 1985, cinco mil rádios ao redor do mundo se organizaram para tocar “We Are The World” simultaneamente. Além disso, a faixa alcançou mais 80 milhões de pessoas ao ser distribuída pela Muzak para tocar em elevadores e como música de fundo em escritórios.

Centenas de pessoas se aglomeraram em frente a uma catedral em Nova York para cantarem juntos. Até o Presidente dos EUA na época, Ronald Reagan, quem não havia escutado a música até então, ficou emocionado e pediu para transmiti-la às Forças Aéreas.

+++LEIA MAIS: Lionel Richie será homenageado em Harvard

História da música

Era janeiro de 1985. Michael Jackson tinha atingido sucesso mundial com Thriller (1982), Lionel Richie estava no topo da carreira com “Hello,” e Cyndi Lauper ganhava espaço com “Girls Just Wanna Have Fun.” Era também o ano no qual a fome assolava a África, especialmente a Etiópia, país em guerra civil na época. 

Nesse contexto, a União dos Artistas pela África (USA for Africa) começou uma iniciativa para combater a fome no continente. O cantor e ativista Harry Belafonte teve a ideia de juntar grandes nomes da música norte-americana, colocá-los para cantar juntos e doar o lucro. Assim, nasceu "We Are The World." A direção do projeto foi do produtor Quincy Jones; ele também selecionou quem escreveria a canção.

+++LEIA MAIS: O que foi 'We Are The World' e por que marcou a história da música?

Michael Jackson, Lionel Richie e Stevie Wonder foram os escolhidos. O último desistiu da composição por questões de falta de tempo. Então, Jackson e Richie se reuniram e, em poucos dias, a canção estava pronta.

Mais tarde, Jackson revelou como compôs as melodias, instrumentos e letra praticamente sozinho: “Fui em frente mesmo sem Lionel saber, não consegui esperar. Comecei e terminei a noite com a canção já completa - percussão, piano, cordas e a letra do refrão.”


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


Gravação

No dia 28 de janeiro de 1985, 45 das maiores estrelas dos EUA foram a um estúdio na Califórnia. Entre eles, estavam Bob Dylan, Bruce Springsteen, Tina Turner, Diana Ross e Billy Joel, além dos previamente mencionados. O coro contou com todos os irmãos de Michael Jackson, Lindsey Buckingham, entre outros.

“Deixem os egos para fora.” Esse era o aviso colado na porta para lembrar os artistas do propósito maior. No final, surtiu efeito. Apesar de alguns atritos sobre como alguém deveria cantar alguma parte, o grupo trabalhou harmoniosamente. 

+++LEIA MAIS: 36 anos de ‘We Are The World’ - 5 curiosidades dos bastidores da gravação [FLASHBACK]


+++ KONAI: 'ESTAMOS EM PRESSÃO CONSTANTE PARA SER O QUE NÃO É NOSSO NATURAL' | ENTREVISTA